Tag Archives: Andréa Gonçalves

Articulação da Linguagem e o Agente de Trânsito

It's NationalHamburger Day!

As imagens físicas acabam se realizando em linguagem, isto é, recebe significação, sendo codificadas. Assumindo, então, o caráter de linguagem escrita e/ou falada, por exemplo. Logo, são captadas e empregadas como mensagens. Dessa maneira, se dá o domínio das imagens por meio de representações, tais como: fotos, desenhos, escritos, símbolos, vídeos, etc. Sendo, por conseguinte, a TV um bom exemplo do poder das imagens e suas consequentes representações.

Logo, faz-se imprescindível pensarmos quais as representações queremos repassar para a mente (memória) da sociedade. E isso se dá a partir da articulação da linguagem. Especialmente, a verbal e escrita, bem como a física, aquela exposta nas ruas da cidade quando executamos o nosso labor.

Com efeito, um bom início à consecução dessa “boa” representação é o ato de não deixar nada sem resposta, isto é, qualquer tipo de “ataque” ou exposição equivocada por parte da imprensa por exemplo, deve ser combatida. Até pelo fato dos meios de comunicação serem um dos maiores propagadores de imagem (e consequente articulador e manipulador da linguagem nas suas várias formas de representação). A outra forma é deixarmos de nos esconder. Ou melhor, abandonarmos a postura tímida que nos é colocada, muitas vezes, pela própria Administração Pública. Que procura, “ocultar”o Agente de Trânsito (como se isso fosse possível), em determinados casos.

ANO DE ELEIÇÕES: Renovação é Sempre Necessária, Fazendo Inclusive Parte Direta da Democracia

Igualdade de Oportunidades

Alternância de poder é um dos pilares conceituais relacionados diretamente com a DEMOCRACIA. Combatendo, assim, a perpetuidade e a permanência dos mesmos dirigentes dentro das instituições que se denominam como democráticas.

Pois tal conservação é perniciosa, uma vez que desvirtua o caráter de uma organização, de um governo ou de uma instituição constituídos como sendo de uma coletividade, ou melhor, pública. Tanto que a permanência dos dirigentes faz com estes, não raro, aja como se a instituição ou organização fosse deles, ou seja, como se trata-se de uma instituição privada: de sua propriedade.

Em Brasília pela Inclusão do AGT no Sistema Único de Segurança Pública

Dia 11 de abril estivemos na sessão da Câmara de Deputados Federais reivindicando a inclusão dos Agentes no SUSP (PL 3734/2012).

De modo que, a Emenda 13 do Dep. Fed. Cabo Sabido foi aprovada.

Logo, fomos incluídos no Projeto de Lei que segue agora para o Senado Federal.

30623645_1611085855605792_6173087221013282816_n30698047_1610874602293584_1738789313325301760_o

AULÃO SOLIDÁRIO: AULA DE DIR. CONSTITUCIONAL

28828167_1990492304605764_5901176713784945775_o

Os “aulões” são um projeto idealizado pelos Agentes de Trânsito de Goiânia, que buscará ajudar quem tem interesse em passar em concurso público e não tem condições de pagar um preparatório particular, tendo como custo a doação de alimento não perecível, que serão doados para famílias carentes e/ou instituições filantrópicas.

O Projeto teve início no dia 06 de março de 2018, com 07 (sete) matérias básicas cobradas em concursos, podendo haver a modulação para outras, caso necessário.

DECISÃO MUITO IMPORTANTE: TJDF Declara que o Cargo de Agente de Trânsito é uma Atividade Policial, bem como a OAB do Brasil

25152394_158152161370686_8927520649201807789_n

Decisão muito importante esta do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, respaldada inclusive na posição do OAB do Brasil, dada em face de uma situação referente ao um AGENTE DE TRÂNSITO DE GOIÂNIA que passou para DELEGADO DE POLÍCIA. De modo que, o edital deste concurso exigia TRÊS ANOS DE ATIVIDADE POLICIAL para o ingresso na carreira de delegado. Logo, o Tribunal decidiu que a atividade exercida pelo AGENTE DE TRÂNSITO de GOIÂNIA É ATIVIDADE POLICIAL, não sendo-lhe negado então a investidura e posse no cargo de Delegado do DF.

DECISÃO MUITO IMPORTANTE PARA TODOS OS AGENTES DE TRÂNSITO DO BRASIL POR VÁRIOS MOTIVOS, E QUE DEVEM SER EXPLORADOS PELA CATEGORIA.

Essa decisão é mais um argumento favorável, forte, que deve ser usado pelos Sindicatos e Associações de AGTs rumo às conquistas, tais como: porte de arma, aposentadoria especial, adicional de risco de vida, dentre outros direitos atinentes a quem exerce atividade policial, leia-se: de GRANDE RISCO.

VEJA A DECISÃO NA ÍNTEGRA:

DECISÃO DO TJDF

SOBRE A CONTRIBUIÇÃO SINDICAL ANUAL

CONTRIBUIÇÃO FACULTATIVA

A lei 13.467/17 estabelece a autorização prévia dos servidores e servidoras, de cada categoria, para que o desconto seja feito. Ou seja, a chamada Reforma Trabalhista tornou FACULTATIVO o chamado Imposto sindical Anual. Dessa forma, o SINATRAN em respeito às divergentes opiniões sobre o assunto, às normas estatutárias, os artigos da CLT, que versam sobre a contribuição sindical e a própria Lei 13.467/17, resolveu produzir um FORMULÁRIO, onde aqueles e aquelas servidoras, que optarem por contribuir com as lutas sindicais, possam realizar suas contribuições.

O Sinatran ressalta o fator facultativo, contudo, chama a atenção para a importância da contribuição anual para as atividades sindicais, uma vez que somos uma categoria, numericamente pequena, onde as contribuições mensais dos filiados e filiadas acabam por suprir, basicamente, as despesas com (advocacia, aluguel, impostos federais, estaduais e municipais, programas sociais, comunicação e outros gastos básicos com a manutenção da sede e dos trabalhos cotidianos).

Enfim, chamamos a atenção daqueles e daquelas Agentes que se sentirem representados pelo SINATRAN a fazerem suas contribuições, preenchendo o formulário, em anexo, encaminhando ao Sinatran pelo email: sinatrango@gmail.com, ou com a entrega do mesmo na sede, na Rua 9, número 636, Setor Central, fone 30917549.

IMPORTANTE RESSALTAR QUE:

ASSEMBLEIA DE PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO 2017

EDITAL PRESTAÇÃO DE CONTAS 2017

AUDIÊNCIA NO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

Estivemos reunidos no Ministério Público do Trabalho com o Secretário Fernando Santana, representando a SMT, para audiência sob a presidência da Dra. Milena, Promotora da Justiça do Trabalho, momento em que fora discutida as ações necessárias a consignar melhores condições de trabalho aos Agentes de Trânsito.

IMG-20180228-WA0065