ALERTA: “o sinal está vermelho”

 

A Lei de Contravenções Penais, Decreto-Lei n.° 3.688 de 1941 no seu artigo 42, estabelece pena de prisão simples ou multa para aquele que perturbar o trabalho ou o sossego alheios:com gritaria ou algazarra; exercendo profissão incômoda ou ruidosa,em desacordo com as prescrições legais; abusando de instrumentos sonoros ou sinais acústicos; provocando ou não procurando impedir barulho produzido por animal de que tem a guarda. In verbis:
Art. 42. Perturbar alguém o trabalho ou o sossego alheios: 
I – com gritaria ou algazarra;
II – exercendo profissão incômoda ou ruidosa, em desacordo com as prescrições legais;
III – abusando de instrumentos sonoros ou sinais acústicos;
IV – provocando ou não procurando impedir barulho produzido por animal de que tem a guarda:
Pena – prisão simples, de quinze dias a três meses, ou multa, de duzentos mil réis a dois contos de réis. (grifo nosso)

Indústria Da Morte

 

Em qualquer tipo de processo industrial, organizacional, de execução ou produção, para que os resultados sejam satisfatórios, preciso é que, todas as peças pertencentes ao processo funcional, trabalhem em perfeita harmonia. Pelos menos esse é o esperado. Qualquer distonia entre as diversas entidades encarregadas da execução de um trabalho ou planejamento qualquer, poderá comprometer o resultado esperado. Quando levamos essas afirmações para o lado do planejamento e execução de políticas para o trânsito, mobilidade e prevenção de acidentes, os resultados gerados pelas dissonâncias dos órgãos encarregados dessa tarefa, geralmente são expressos em número de mortes.