POSICIONAMENTO PELA CONSTITUCIONALIDADE

Desde logo, agradecemos pela atenção dispensada e pela oportunidade de falarmos um pouco sobre o projeto de Lei do GCM, Vereador Romário Policarpo, que pretende colocar a Guarda Municipal para atuar e multar os condutores de veículos. Isto sem que tenham feito concurso para o cargo de Agente de Trânsito, ferindo inclusive o próprio Estatuto da Guarda. Além da Constituição Federal, CTB e tantas mais.

Assim, o Vereador assumiu uma posição coerente e constitucional (como sempre tem feito), de não aprovação desse projeto de emenda à lei orgânica do município, exatamente, por ser inconstitucional.

PARABÉNS VEREADOR KAJURU

27540134_1544365232277855_993783007047001441_n

ESTIVEMOS NA TRIBUNA LIVRE DA CÂMARA MUNICIPAL FALANDO SOBRE A INCONSTITUCIONALIDADE DE PROJETO DE EMENDA À LOM

27797621_1546018698779175_2681593620067933900_o

Parabéns aos Vereadoras e Vereadores de Goiânia, que na sua maioria tem se posicionado contra o projeto de emenda a lei orgânica do município do GCM Vereador, Romário Policarpo, que pretende colocar a Guarda Municipal para fiscalizar o trânsito da cidade sem que tenham feito concurso para tanto.

POSICIONAMENTO PELA CONSTITUCIONALIDADE

Agradecemos, desde logo, a Vereadora Dra. Cristina que se posicionou sem quaisquer dúvidas contra o projeto de emenda a LOM que coloca a Guarda Municipal no trânsito da cidade, sem que tenham feito concurso para tanto, violando várias leis inclusive.

Além disso, a Vereadora sobressaltou a importância da GCM – o que concordamos em absoluto – no cumprimento de suas já bastantes e importantes atribuições.

Parabéns pela coerência e pelo espírito público, visando sempre o melhor para a cidade de Goiânia.

27625349_1546064275441284_2082051570714710784_o27545295_1546064338774611_8607144433272697093_n

POSICIONAMENTO PELA CONSTITUCIONALIDADE

Agradecemos, desde logo, a Vereadora Tatiana Lemos que se posicionou sem quaisquer dúvidas contra o projeto de emenda a LOM que coloca a Guarda Municipal no trânsito da cidade, sem que tenham feito concurso para tanto, violando várias leis inclusive.

Além disso, a Vereadora sobressaltou a importância da GCM – o que concordamos em absoluto – no cumprimento de suas já bastantes e importantes atribuições.

Parabéns pela coerência e pelo espírito público, visando sempre o melhor para a cidade de Goiânia.

27628678_1546064798774565_1729682083597087537_o

POSICIONAMENTO PELA CONSTITUCIONALIDADE

Agradecemos, desde logo, o Vereador Sargento Novandir Rodrigues, que NOVAMENTE, reiterou o seu apoio, posicionando sem quaisquer dúvidas contra o projeto de emenda a LOM que coloca a Guarda Municipal no trânsito da cidade, sem que tenham feito concurso para tanto, violando várias leis inclusive.

Além disso, a Vereador sobressaltou a importância da GCM – o que concordamos em absoluto – no cumprimento de suas já bastantes e importantes atribuições.

Parabéns pela coerência e pelo espírito público, visando sempre o melhor para a cidade de Goiânia.

27628607_1546073318773713_8270771912374401091_o

POSICIONAMENTO PELA CONSTITUCIONALIDADE

Muito obrigada Vereadora Priscilla Tejota pelo apoio, muito bem assessorada pelo amigo Marcelo Messias e tantos outros, adotando sempre uma postura ética, moral e constitucional a fim de se construir uma Goiânia melhor.

PARABÉNS PELO TRABALHO.

27654691_1734270859928182_7124328781277584529_n

A Guarda Civil Metropolitana de Goiânia tem o meu irrestrito respeito. Não obstante, a postura de alguns nem tanto. Todavia, mesmo assim, devemos respeitar as opiniões divergentes, salvo àquelas embasadas em arrogância e/ou pura ignorância. http://impresso.dm.com.br/edicao/20180217/pagina/23

28235270_1554912544556457_5046703032001362153_o

O Poder Público (SMT) está em Greve?! Falta Bloco de Notificação (Multa)

A culpa sempre foi do servidor (do Agente de Trânsito): “eles não querem trabalhar”; “fazem corpo mole”; “estão nócegando”, etc. e etc.

Mas e agora, de quem é a culpa? Quem não quer trabalhar? Quem tá fazendo corpo mole? Quem está “nócegando”?

Logo, fica a impressão que a Administração Pública (determinado departamento da SMT) está fazendo greve, tamanha inoperância e falta de gestão de alguns departamentos essenciais inclusive. Em um contrassenso absoluto para com a eficiência que o Poder Público tem que efetivar na realização do serviço público, bem como em um total dissenso para com a otimização do trabalho realizado pelos Agentes de Trânsito.

Não bastasse faltar tudo: viaturas, uniformes, instalações dignas de trabalha…etc. Agora falta também BLOCO DE NOTIFICAÇÃO.

Precisa haver a profissionalização da gestão na SMT, sendo necessário, no mínimo, a implementação de condições mínimas de trabalho. Ressaltando que, a falta de bloco de infração é ensejadora de muitas informações e representações, uma vez que é como se uma padaria deixasse de produzir pão, já que uma das obrigações legais da SMT seja, exatamente, a fiscalização de trânsito a fim de se diminuir o ambiente de perigo provocado pela prática da infração de trânsito nas ruas de Goiânia.

Portanto, perder receita, diante da escassez de recursos nos cofres públicos e, ainda, aumentar o risco de acidentes e atropelamentos por fala de fiscalização, é inaceitável para qualquer gestão, seja pública ou privada. E como é pública acaba por assumir contornos muito mais graves e vexatórios.

Até quando… Goiânia com quase 1 milhão e 200 mil veículos e o trânsito, ainda assim, é administrado por amadores, sem compromisso real com a estruturação de melhores condições de fiscalização, de trafegabilidade, de mobilidade e de acessibilidade: é lamentável. Hoje para se ter uma ideia só tem uma equipe do departamento de sinalização para dar apoio aos semáforos, ou seja, com a queda de energia (semáforos arcaicos) param de funcionar e muitos, quando volta a energia elétrica, não voltam a funcionar automaticamente, sendo necessária a intervenção desse única equipe para resolver o problema de centenas de sinaleiros.

E quem fica no controle esperando aparecer essa única equipe?

Os agentes, horas no semáforo, porque só tem uma equipe da semafórica para atender a toda a cidade, reitero, de quase 1 milhão e 200 mil veículos. Hoje tem agente parado, sem trabalhar, porque não tem viaturas para todos, muitos querem fazer o trabalho na via pública, mas não tem viatura para todos.

Hoje tem agente sem uniforme, “mulambo, xexelento”, porque há mais de 03 anos NÃO recebe novo uniforme.

Hoje os servidores da SMT não tem café para beber. Fazem “vaquinha” se quiser beber um cafezinho.

Hoje falta gás de cozinha em alguns locais, muitos estão esquentando sua marmita na “latinha com álcool”.

Foto de Andréa (2)

 

Hoje na SMT falta produto de limpeza, e por ai vai…

E, detalhe, tem dinheiro em caixa, quase 15 milhões que deveriam, dentre outras situações, ser revestido para dar condições de trabalho, de operacionalidade e de viabilidade do próprio órgão executivo de trânsito (SMT).

Assim, fica a pergunta:

por que não estão usando esses recursos para instrumentalizar condições efetivas de trabalho para a própria SMT? IMG-20170929-WA00101487878812087IMG-20160315-WA0010IMG-20160315-WA0005IMG-20170929-WA0020IMG-20160315-WA0008IMG-20160315-WA0016IMG-20160315-WA0023IMG-20160315-WA0009IMG-20170929-WA0015