PCS

 

PCS – REUNIÃO DA DIRETORIA DO SINATRAN COM O SR. OSMAR MAGALHÃES DIA 27/09/2013 NO PAÇO MUNICIPAL DE GOIÂNIA

Hoje, dia 27 de Agosto de 2013, ocorreu a reunião da Diretoria do SINATRAN com o Sr. Osmar Magalhães, Secretário de Governo Municipal, onde os pontos tratados seguem elencados a seguir:

  • Proposta feita pelo Poder Público: consolidação do PCS para o mês de junho de 2014 com redução de 10% da tabela atual de 1.823,00 tomando como exemplo os Agentes que se encontram na letra “A”.
  • Contra argumentação do SINATRAN: consolidação do PCS com parcelamento de 90% para o mês de abril de 2014 e de 10% para o mês de agosto de 2014 (sem qualquer tipo de redução ou defasagens referentes aos reajustes já garantidos pela reposição da inflação do ano de 2014).
  • Proposição, por parte do Poder Público, de uma re-análise (acreditamos ser a última) nos cálculos do PCS no sentido de diminuir o impacto financeiro já prevendo a mudança de nível da última leva de Agentes de Trânsito (2009-2011).

Observação:
A Diretoria do SINATRAN irá reunir-se no próximo dia 28/09/2013 para a discussão de encaminhamentos quanto ao PCS e demais assuntos de interesse da Categoria de Agentes de Trânsito de Goiânia.
Atenciosamente,
A Diretoria
logogif

 

 

Agentes de Trânsito de Santa Catarina criam Sindicato Estadual da Categoria

 
Lutar pelas necessidades específicas da categoria. Este foi o principal objetivo que incentivou a criação do Sindicato dos Agentes de Trânsito (Sindatran) de Santa Catarina. A fundação do sindicato foi oficializada no sábado (14), durante um encontro estadual realizado em Gaspar.

A reunião, que contou com a participação de aproximadamente 60 agentes de trânsito de oito municípios do Estado, aconteceu no auditório do Hotel Raul`s. “Agora será feito o registro da ata e do estatuto no cartório, além da criação do CNPJ e da conta sindical”, explica o agente de trânsito de Gaspar, Pedro da Silva, eleito presidente do Sindatran de SC para o mandato 2014-2017. As atividades do sindicato iniciam no dia 1º de janeiro do próximo ano.

SINDATRAN-SC

Semana Nacional de Trânsito de 2013

 

semananacionaltransito2013

A Semana Nacional de Trânsito será comemorada anualmente no período compreendido entre 18 e 25 de setembro

Orientações para as campanhas da Semana Nacional de Trânsito de 2013:

1) Publicação das Leis 11705/98 (LEI SECA I) e 12.760/12 (LEI SECA II). O Brasil pode ser classificado como integrante do grupo dos que adotam forte rigor legal, como consequência de uma política pública que levou em conta os anseios da sociedade e as nefastas conseqüências dessa perigosa mistura constatadas pelos dados dos órgãos oficiais;

2) Lei seca II – dúvidas e velhos mitos (implicações legais do uso de enxaguantes bucais; os riscos de consumo de alimentos temperados ou que contenham álcool (bombons aromatizados com licor e carnes ao vinho);

3) Tirar o foco no produto (bebidas alcoólicas) e nas razões de seu uso e consumo (lazer e diversão) e mirar nos efeitos dos componentes químicos presentes nas drogas lícitas (álcool e medicamentos receitados) e ilícitas que afetam a coordenação motora, as condições psíquicas e o tirocínio de quem os consumiram e/ou usaram;

4) Contemplar não apenas o condutor como público alvo, mas também o pedestre e o ciclista que, forçosamente, dividem o mesmo espaço físico no trânsito (ruas, estradas e rodovias) em absoluta desvantagem com seus oponentes (motos, carros, ônibus e caminhões) mais poderosos e extremamente letais. Para esses personagens não motorizados do trânsito brasileiro estar sóbrio, atento e capaz de reagir com a rapidez necessária à cada situação de risco a que está afeito passa a ser fundamental para a sua segurança.

fonte: DENATRAN


Legislação referente à Semana Nacional de Trânsito: (C.T.B)
Art. 75.
Art. 326.
Resolução Contran nº 314/09
Resolução Contran nº 30/98

 

Stock Car Volta à Goiânia

stock-car
Dia 10 de novembro, a penúltima etapa da Stock Car, marcará o retorno do autódromo de Goiânia como sede da principal categoria do automobilismo brasileiro. No ano em que completa 39 anos, o quase quarentão Autódromo Internacional Airton Senna que, recentemente, passou pela sua pior fase, quase sendo vendido num desastroso episódio, dá a volta por cima, mostra novo fôlego e vive a expectativa de reviver os dias gloriosos do passado.

Devido a um crescimento desordenado e a falta de um Plano Diretor, o Autódromo encontra-se espremido entre os condomínios de luxo que foram surgindo com o passar dos anos. Mal cuidado e necessitando de reformas, ele vinha, já há muito tempo, sendo invadido por arruaceiros e vândalos que usavam o lugar, clandestinamente, para promover festas e, consequentemente, causando a degradação de um dos maiores patrimônios do povo goiano.

Reunião com Agentes em Anápolis

 

No dia 05 de julho de 2013 estivemos reunidos durante toda a tarde, com os colegas Agentes de Trânsito de Anápolis – GO, na companhia do Secretário Geral da Força Sindical Goiás – Rherman Sousa e do companheiro Robson Rodrigues de Oliveira.

Conhecemos um pouco da realidade e dos problemas dos colegas Anapolinos, conversamos sobre a estruturação sindical da entidade deles, que também é filiada a Força Sindical Goiás, e discutimos principalmente sobre o apoio conjunto nos projetos de interesses da nossa categoria no Estado de Goiás.

Outros encontros foram agendados para as próximas semanas.

Clauber Maia - Diretor Presidente

 
 

Edital de Eleição

 

O Presidente da Comissão Eleitoral - Christian Douglas Bittow Mundim, no uso de suas atribuições legais, convoca todos os filiados ao SINATRAN – Sindicatos dos Agentes de Trânsito de Goiânia, para as eleições da Diretoria e Conselho Fiscal, que se realizará no dia 11/12/2012, das 08hs às 17hs no PA Portugal, sito à Avenida Portugal Lt 48, Setor Oeste – Goiânia – Goiás, nos ditames dos art. 28 a 33 do Estatuto e Regimento Eleitoral.

Os candidatos à Diretoria organizar-se-ão em chapas com indicação de fiscais para acompanhar o processo eleitoral, enquanto os candidatos ao Conselho Fiscal são individuais, cujos registros deverão ocorrer na Secretaria da Comissão Eleitoral na sede do sindicato das 8h às 12h e das 14h às 17h dos dias úteis até 27/11/2012 nos ditames do Estatuto e Regimento Eleitoral, sendo vitoriosa a chapa que obtiver maioria simples e os três candidatos a conselheiros mais votados.

Em caso de empate, haverá segunda votação, no mesmo local e horário no dia 15/12/2012.

Goiânia, 05 de novembro de 2012.

 

Christian Douglas Bittow Mundim
Presidente da Comissão Eleitoral

 

Radar na Via Não Precisa Mais de Aviso. Respeite os Limites

 

Desde 22/11/06, os órgãos e entidades executivos de trânsito e rodoviários eram obrigados a informar a existência de fiscalização eletrônica de velocidade, de maneira associada ao limite máximo permitido para cada via, observando o cumprimento de distâncias mínimas entre a sinalização vertical e o equipamento medidor de velocidade, exigência esta constante da Resolução do Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN n. 214/06, que alterou a norma que versava sobre o tema (Resolução n. 146/03).

No final de 2011, entretanto, novas mudanças ocorreram, tendo em vista a revogação de ambas as Resoluções pela de n. 396/11, em vigor a partir de 22/12/11, com prazos de adequação para algumas novas exigências, que veremos a seguir.

A principal alteração ocorrida foi justamente a abolição da obrigatoriedade de placa indicativa da existência da fiscalização eletrônica, o que, no entender de muitos profissionais do trânsito, é realmente o mais correto: o usuário da via pública deve respeitar os limites de velocidade estabelecidos para cada via (assim como deve cumprir toda a legislação de trânsito que lhe é aplicável), independente de estar sendo ou não fiscalizado. Informar a existência do “radar” é o mesmo que dizer explicitamente: onde estiver o “radar”, reduza a velocidade; nos outros trechos da via, fique à vontade para praticar a velocidade que quiser, pois não será fiscalizado.

Neste artigo, pretendo, a partir destas considerações iniciais, apresentar a atual regulamentação para a fiscalização de velocidade.

Julyver Modesto de Araujo
7954567be37c581c08d419abf59118d3_imagem

Anexos: 


Mais textos deste autor:
A Esfinge e o Código de Trânsito
Reflexões Sobre Trânsito
Qual é o Seu Nível de Permissividade no Trânsito?
Os Veículos Prestadores de Serviços Públicos e as Infrações de Trânsito
 

 

Barulho Demais, Saúde de Menos

 

Estresse, insônia e infecções compõem “encrencas” que poluição sonora pode causar

Decibéis muito acima do tolerável ocupam hoje o terceiro lugar no ranking de problemas ambientais que mais afetam populações do mundo inteiro, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) a poluição do ar e a da água estão na dianteira. Não se trata de simples incômodo.

Barulho mata. Só por infarto, são 210 mil vítimas fatais todo ano aponta um relatório da OMS que deveria, este sim, sair da surdina para soar em alto volume.

A poluição sonora ainda não recebeu a devida atenção, lamenta o neurofisiologista Fernando Pimentel- Souza, da Universidade Federal de Minas Gerais, um dos maiores estudiosos brasileiros dos efeitos da poluição acústica na saúde humana.

Com tanto zunzunzum de carros, buzinas, telefones, eletrodomésticos, tocadores de MP3, um número incalculável de pessoas passou a sofrer, além dos óbvios distúrbios auditivos, de dor de cabeça crônica, hipertensão, alterações hormonais e insônia.

“Somos assaltados o tempo inteiro por ruídos altíssimos”, nota o otorrinolaringologista Arnaldo Guilherme, da Universidade Federal de São Paulo, a Unifesp. Só para você ter uma idéia, o trânsito em cidades como São Paulo, Belo Horizonte e Salvador alcança facilmente os 80 decibéis, o mesmo que um liquidificador ligado a 1 metro de distância.