Ofício n° 018 – Cobranças à SMT

 

Ofício nº 018 / 2013

Goiânia, 19 de Julho de 2013.

A Ilma. Senhora

PATRÍCIA PEREIRA VERAS

Secretária Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade de Goiânia
 

O SINATRANSindicato dos Agentes de Trânsito de Goiânia – Entidade representativa sindical da categoria, legalmente instituída, com sede administrativa localizada na Av. A esquina com a Av. Anhanguera nº 832, Qd. 55, Lt. 33, sala 04 e anexa ao prédio do SECEG, Setor Leste Vila Nova – Goiânia – Goiás – CEP: 74633-260 – CNPJ: 07.088.425/0001-43 – Fone: 3202 1545.

Vem respeitosamente através deste documento, comunicar à Vossa Senhoria, sobre as reclamações e propostas deliberadas na última Assembléia Geral Ordinária da Categoria de Agentes Municipais de Trânsito de Goiânia, realizada no dia 29 do mês de junho de 2013, e acorde com o artigo 2º do Estatuto do SINATRAN, onde a composição – Assembléia Geral, Diretoria e Conselho Fiscal – forma o sindicato e tem a “função precípua de visar melhorias nas condições de vida e de trabalho de seus representados…”, o Sindicato dos Agentes de Trânsito de Goiânia – SINATRAN – vem informá-la sobre os pontos elencados abaixo, para que possam ser tomadas as devidas providências, quanto a solução dos problemas relacionados. Pontos estes, referentes a insatisfação da Categoria de Agentes de Trânsito quanto à falta de condições de trabalho, que infelizmente, vem ao longo do tempo, provocando desmotivações e que, nos últimos meses, extrapolou os limites aceitáveis.

PCS

 

PCS – REUNIÃO DA DIRETORIA DO SINATRAN COM O SR. OSMAR MAGALHÃES DIA 27/09/2013 NO PAÇO MUNICIPAL DE GOIÂNIA

Hoje, dia 27 de Agosto de 2013, ocorreu a reunião da Diretoria do SINATRAN com o Sr. Osmar Magalhães, Secretário de Governo Municipal, onde os pontos tratados seguem elencados a seguir:

  • Proposta feita pelo Poder Público: consolidação do PCS para o mês de junho de 2014 com redução de 10% da tabela atual de 1.823,00 tomando como exemplo os Agentes que se encontram na letra “A”.
  • Contra argumentação do SINATRAN: consolidação do PCS com parcelamento de 90% para o mês de abril de 2014 e de 10% para o mês de agosto de 2014 (sem qualquer tipo de redução ou defasagens referentes aos reajustes já garantidos pela reposição da inflação do ano de 2014).
  • Proposição, por parte do Poder Público, de uma re-análise (acreditamos ser a última) nos cálculos do PCS no sentido de diminuir o impacto financeiro já prevendo a mudança de nível da última leva de Agentes de Trânsito (2009-2011).

Observação:
A Diretoria do SINATRAN irá reunir-se no próximo dia 28/09/2013 para a discussão de encaminhamentos quanto ao PCS e demais assuntos de interesse da Categoria de Agentes de Trânsito de Goiânia.
Atenciosamente,
A Diretoria
logogif

 

 

Agentes de Trânsito de Santa Catarina criam Sindicato Estadual da Categoria

 
Lutar pelas necessidades específicas da categoria. Este foi o principal objetivo que incentivou a criação do Sindicato dos Agentes de Trânsito (Sindatran) de Santa Catarina. A fundação do sindicato foi oficializada no sábado (14), durante um encontro estadual realizado em Gaspar.

A reunião, que contou com a participação de aproximadamente 60 agentes de trânsito de oito municípios do Estado, aconteceu no auditório do Hotel Raul`s. “Agora será feito o registro da ata e do estatuto no cartório, além da criação do CNPJ e da conta sindical”, explica o agente de trânsito de Gaspar, Pedro da Silva, eleito presidente do Sindatran de SC para o mandato 2014-2017. As atividades do sindicato iniciam no dia 1º de janeiro do próximo ano.

SINDATRAN-SC

Semana Nacional de Trânsito de 2013

 

semananacionaltransito2013

A Semana Nacional de Trânsito será comemorada anualmente no período compreendido entre 18 e 25 de setembro

Orientações para as campanhas da Semana Nacional de Trânsito de 2013:

1) Publicação das Leis 11705/98 (LEI SECA I) e 12.760/12 (LEI SECA II). O Brasil pode ser classificado como integrante do grupo dos que adotam forte rigor legal, como consequência de uma política pública que levou em conta os anseios da sociedade e as nefastas conseqüências dessa perigosa mistura constatadas pelos dados dos órgãos oficiais;

2) Lei seca II – dúvidas e velhos mitos (implicações legais do uso de enxaguantes bucais; os riscos de consumo de alimentos temperados ou que contenham álcool (bombons aromatizados com licor e carnes ao vinho);

3) Tirar o foco no produto (bebidas alcoólicas) e nas razões de seu uso e consumo (lazer e diversão) e mirar nos efeitos dos componentes químicos presentes nas drogas lícitas (álcool e medicamentos receitados) e ilícitas que afetam a coordenação motora, as condições psíquicas e o tirocínio de quem os consumiram e/ou usaram;

4) Contemplar não apenas o condutor como público alvo, mas também o pedestre e o ciclista que, forçosamente, dividem o mesmo espaço físico no trânsito (ruas, estradas e rodovias) em absoluta desvantagem com seus oponentes (motos, carros, ônibus e caminhões) mais poderosos e extremamente letais. Para esses personagens não motorizados do trânsito brasileiro estar sóbrio, atento e capaz de reagir com a rapidez necessária à cada situação de risco a que está afeito passa a ser fundamental para a sua segurança.

fonte: DENATRAN


Legislação referente à Semana Nacional de Trânsito: (C.T.B)
Art. 75.
Art. 326.
Resolução Contran nº 314/09
Resolução Contran nº 30/98

 

Stock Car Volta à Goiânia

stock-car
Dia 10 de novembro, a penúltima etapa da Stock Car, marcará o retorno do autódromo de Goiânia como sede da principal categoria do automobilismo brasileiro. No ano em que completa 39 anos, o quase quarentão Autódromo Internacional Airton Senna que, recentemente, passou pela sua pior fase, quase sendo vendido num desastroso episódio, dá a volta por cima, mostra novo fôlego e vive a expectativa de reviver os dias gloriosos do passado.

Devido a um crescimento desordenado e a falta de um Plano Diretor, o Autódromo encontra-se espremido entre os condomínios de luxo que foram surgindo com o passar dos anos. Mal cuidado e necessitando de reformas, ele vinha, já há muito tempo, sendo invadido por arruaceiros e vândalos que usavam o lugar, clandestinamente, para promover festas e, consequentemente, causando a degradação de um dos maiores patrimônios do povo goiano.

Reunião com Agentes em Anápolis

 

No dia 05 de julho de 2013 estivemos reunidos durante toda a tarde, com os colegas Agentes de Trânsito de Anápolis – GO, na companhia do Secretário Geral da Força Sindical Goiás – Rherman Sousa e do companheiro Robson Rodrigues de Oliveira.

Conhecemos um pouco da realidade e dos problemas dos colegas Anapolinos, conversamos sobre a estruturação sindical da entidade deles, que também é filiada a Força Sindical Goiás, e discutimos principalmente sobre o apoio conjunto nos projetos de interesses da nossa categoria no Estado de Goiás.

Outros encontros foram agendados para as próximas semanas.

Clauber Maia - Diretor Presidente

 
 

Edital de Eleição

 

O Presidente da Comissão Eleitoral - Christian Douglas Bittow Mundim, no uso de suas atribuições legais, convoca todos os filiados ao SINATRAN – Sindicatos dos Agentes de Trânsito de Goiânia, para as eleições da Diretoria e Conselho Fiscal, que se realizará no dia 11/12/2012, das 08hs às 17hs no PA Portugal, sito à Avenida Portugal Lt 48, Setor Oeste – Goiânia – Goiás, nos ditames dos art. 28 a 33 do Estatuto e Regimento Eleitoral.

Os candidatos à Diretoria organizar-se-ão em chapas com indicação de fiscais para acompanhar o processo eleitoral, enquanto os candidatos ao Conselho Fiscal são individuais, cujos registros deverão ocorrer na Secretaria da Comissão Eleitoral na sede do sindicato das 8h às 12h e das 14h às 17h dos dias úteis até 27/11/2012 nos ditames do Estatuto e Regimento Eleitoral, sendo vitoriosa a chapa que obtiver maioria simples e os três candidatos a conselheiros mais votados.

Em caso de empate, haverá segunda votação, no mesmo local e horário no dia 15/12/2012.

Goiânia, 05 de novembro de 2012.

 

Christian Douglas Bittow Mundim
Presidente da Comissão Eleitoral

 

Radar na Via Não Precisa Mais de Aviso. Respeite os Limites

 

Desde 22/11/06, os órgãos e entidades executivos de trânsito e rodoviários eram obrigados a informar a existência de fiscalização eletrônica de velocidade, de maneira associada ao limite máximo permitido para cada via, observando o cumprimento de distâncias mínimas entre a sinalização vertical e o equipamento medidor de velocidade, exigência esta constante da Resolução do Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN n. 214/06, que alterou a norma que versava sobre o tema (Resolução n. 146/03).

No final de 2011, entretanto, novas mudanças ocorreram, tendo em vista a revogação de ambas as Resoluções pela de n. 396/11, em vigor a partir de 22/12/11, com prazos de adequação para algumas novas exigências, que veremos a seguir.

A principal alteração ocorrida foi justamente a abolição da obrigatoriedade de placa indicativa da existência da fiscalização eletrônica, o que, no entender de muitos profissionais do trânsito, é realmente o mais correto: o usuário da via pública deve respeitar os limites de velocidade estabelecidos para cada via (assim como deve cumprir toda a legislação de trânsito que lhe é aplicável), independente de estar sendo ou não fiscalizado. Informar a existência do “radar” é o mesmo que dizer explicitamente: onde estiver o “radar”, reduza a velocidade; nos outros trechos da via, fique à vontade para praticar a velocidade que quiser, pois não será fiscalizado.

Neste artigo, pretendo, a partir destas considerações iniciais, apresentar a atual regulamentação para a fiscalização de velocidade.

Julyver Modesto de Araujo
7954567be37c581c08d419abf59118d3_imagem

Anexos: 


Mais textos deste autor:
A Esfinge e o Código de Trânsito
Reflexões Sobre Trânsito
Qual é o Seu Nível de Permissividade no Trânsito?
Os Veículos Prestadores de Serviços Públicos e as Infrações de Trânsito