HABEAS CORPUS URBANA …

Faixa hoje

Olha a FAIXA DE PEDESTRE novamente.

Dessa fez em um caso de flagrante desrespeito na Av. C 1, enfrente ao Cepal, Jardim América.

E quando falamos do não respeito à faixa de pedestre estamos falando de desrespeito à própria vida, especialmente daquelas que têm uma mobilidade reduzida e consequentemente necessitam de uma maior acessibilidade.

Logo, agindo dessa forma retiramos de forma indireta o direito das pessoas de livremente ir e vir.

As regras de mobilidade urbana, nesse contexto estão as de trânsito, devem ser observadas para que todos, inclusive e especialmente, os Portadores de Necessidades Especiais e os idosos, possam ter garantidos o seu direito de liberdade.

Fico a pensar…

Quem sabe, um dia, teremos a previsão de um HABEAS CORPUS URBANA no CTB ou no Estatuto das Cidades, a fim de garantir a liberdade do cidadão de sua ampla e devida mobilidade e acessibilidade.

Enquanto isso, que possamos respeitar a faixa de pedestres que é um instrumento de vida e de liberdade às pessoas.

 Respeite a Sinalização!

Bom Trabalho!

Foto de Andréa (3)

No Trânsito o Mais Importante é a Vida

faixa1 (1)

Equipe de Agentes de Trânsito antes do raiar do sol já estavam realizando um trabalho importantíssimo que deve, inclusive, ser intensificado, principalmente no sentido de se alcançar uma consciência coletiva de que no trânsito o mais importante é a vida e a sua inteira preservação, sendo a FAIXA DE PEDESTRE, por si só, uma expressa manifestação dessa realidade.

Logo, o trabalho de apoio, orientação e também de fiscalização nesse ambiente específico do trânsito de nossa Capital é muito relevante.

Faixa1-1-1

Aliás, tal ambiente estará presente em uma das etapas da nossa Campanha Sinal de Vida.

Respeitar a faixa de pedestre é respeitar a Vida.

Parabéns aos colegas.

Foto de Andréa (1)

 

Veículo Furtado

IMG-20170209-WA0064-1

Equipe de Agentes de Trânsito em patrulhamento e monitoramento das vias públicas encontrou veículo  com queixa de furto na Rua R 18, Setor Oeste, uma parati.

De imediato acionaram a Central da SMT para que adotasse as medidas necessárias, visando resguardar o patrimônio para possível e posterior restituição do bem ao seu devido proprietário.

Retirando de circulação um meio de transporte que provavelmente era utilizado para a pratica de assaltos e outras práticas criminosas.

BELO TRABALHO!

Foto de Andréa (1)

 

Principal Causa de Acidentes: o Cometimento de Infração de Trânsito

IMG-20170209-WA0076-1

Em 1º de novembro de 2016 entrou em vigor o maior reajuste nos valores de multas das infrações de trânsito na história, grande parte das infrações sofreu aumento e teve reajuste de até 900%, o que surpreendeu muitos motoristas.

Mas por que tamanho aumento?

Essa elevação se deu na esperança de que os condutores de veículos não cometam tantas infrações de trânsito, uma vez que esta é a principal causa de acidentes de trânsito.

Quando cometemos uma infração de trânsito a probabilidade de acontecer um acidente se eleva  de forma assustadora, ou seja, gera um ambiente mais propício aos acidentes e atropelamento . E sabemos bem que a depender do acidente ou atropelamento não tem volta, causando ora, no mínimo, danos materiais outrora mortes e sequelas irreversíveis.

 Assim, evite estacionar em locais proibidos.

Respeite a Sinalização.

Ajude na construção e na conscientização para um trânsito + seguro.

 

TRABALHO NECESSÁRIO!

; )

Foto de Andréa (1)

Lançamento da Campanha Sinal de Vida: Todos Por Um Trânsito + Seguro; e do Programa na “Rádio Trabalhador” Também Intitulado SINAL DE VIDA

Sem títuloNo dia 08 de março às 11 hora, na Sede do SINATRAN, será o lançamento dessa Campanha, oportunidade em que homenagearemos também as mulheres não só por seu dia, mas principalmente por serem bem mais cuidadosas no trânsito, com indicies de acidentes bem menores que os dos homens.

Diante de uma crise institucional que afeta o campo profissional, faz-se necessária a realização de um diagnóstico introspectivo para que, assim, seja possível alcançar o prognóstico mais adequado, a partir da análise das condições de trabalho e de sua metodologia organizacional, o que requer a adoção de estratégias individuais e coletivas corretas, frente às atribuições a serem executadas por cada departamento, formulando, para tanto, questões e proposições que serão e deverão ser respondidas com a implementação do programa mais adequado.

Logo, com o objetivo de corresponder com a demanda da Secretária Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade de Goiânia, mais precisamente quanto a imediata resposta à sociedade goianiense, uma vez que estamos nós os Agentes de Trânsito de Goiânia preocupados com os agravos referentes à falta de estrutura e de projeto de trânsito para com a Cidade, bem como com os índices acanhados de atuação na fiscalização, notadamente, pelas consequências deletérias que tal timidez traz aos pedestres, ciclistas, motoristas, dentre outros, sendo, inclusive, resultado da crise institucional perpetrada pelas administrações desastrosas das gestões passadas, entendemos que podemos contribuir, sobremaneira, para a mudança dessa triste e lamentável realidade.

Nesse passo, é cediço que o efetivo reduzido combinado com a sobrecarga de trabalho agravada pela falta de estrutura e de condições de trabalho, bem como pela falta de qualquer inovação tecnológica (o que traria consigo um plus à qualidade do trabalho) tem com consequência natural o desamino e a falta de motivação à execução de um trabalho mais efetivo por parte dos servidores da Casa. Além de afastar alguns da atividade fim, já que buscam outras secretárias para realizar os seus trabalhos, reduzindo ainda mais o efetivo. Situações estas que provocam oscilações, instabilidade e a precarização gradativa que, hoje, podemos dizer, já é permanente nas atividades e nas condições de trabalho da Secretaria.

Com efeito, tamanha adversidade requer a adoção de medidas que venham congregar abordagens empíricas e metodológicas condizentes com a necessidade tanto do Ente quanto dos servidores, a fim de ampliar a sua atuação, dirigida mais precisamente a resolução dos problemas, visando o atendimento do interesse público, que precisa e espera por um trânsito mais humano.

De modo a combater, veementemente, assim, a indústria da infração de trânsito. Buscando a formulação e a formatação operacional mais adequada que garantirá a melhoria da produção. O que, por si só, será capaz de subsidiar algumas proposições urgentes e soluções esperadas. Aumentando o espectro dinâmico e autônomo da SMT, a diminuir, então, os impactos fatídicos das gestões passadas.

. ETAPAS A SEREM CUMPRIDAS

Nossa Primeira Etapa da Campanha Trânsito + Seguro:

  • buscaremos diminuir as taxas que incidem sobre a cidade referente aos casos de AVANÇO DE SEMÁFORO: fazendo uma campanha educativa com distribuição de folheto e blitz educativa para só, posteriormente, haver a implementação de uma fiscalização mais contundente e incisiva por parte dos agentes quando do exercício de suas atividades laborais, segundo as suas competências e diretrizes operacionais dadas pela Secretaria;

Nossa Segunda Etapa da Campanha Trânsito + Seguro:

  • buscaremos diminuir as taxas que incidem sobre a cidade referente aos casos de USO DE APARELHO CELULAR: fazendo uma campanha educativa com distribuição de folheto e blitz educativa para só, posteriormente, haver a implementação de uma fiscalização mais contundente e incisiva por parte dos agentes quando do exercício de suas atividades laborais, segundo as suas competências e diretrizes operacionais dadas pela Secretaria;

Nossa Terceira Etapa da Campanha Trânsito + Seguro, terceira semana:

  • buscaremos diminuir as taxas que incidem sobre a cidade referente aos casos de ESTACIONAMENTO SOBRE O PASSEIO (CALÇADA) DESTINADO AO PEDESTRE: fazendo uma campanha educativa com distribuição de folheto e blitz educativa para só, posteriormente, haver a implementação de uma fiscalização mais contundente e incisiva por parte dos agentes quando do exercício de suas atividades laborais, segundo as suas competências e diretrizes operacionais dadas pela Secretaria;

 Nossa Quarta Etapa da Campanha Trânsito + Seguro:

  • buscaremos diminuir as taxas que incidem sobre a cidade referente aos casos de PROIBIÇÃO DE ESTACIONAMENTO, dando prioridade aos casos que afetam os PNEs, IDOSOS, CICLISTAS, USUÁRIOS DE ÔNIBUS: fazendo uma campanha educativa com distribuição de folheto e blitz educativa para só, posteriormente, haver a implementação uma fiscalização mais contundente e incisiva por parte dos agentes quando do exercício de suas atividades laborais, segundo as suas competências e diretrizes operacionais dadas pela Secretaria;

 Nossa Quinta Etapa da Campanha Trânsito + Seguro:

  • buscaremos diminuir as taxas que incidem sobre a cidade referente aos casos de DESRESPEITO A FAIXA DE PEDESTRE, fazendo uma campanha educativa com distribuição de folheto e blitz educativa para só, posteriormente, haver a implementação uma fiscalização mais contundente e incisiva por parte dos agentes quando do exercício de suas atividades laborais, segundo as suas competências e diretrizes operacionais dadas pela Secretaria;

SEGUIREMOS AS ETAPAS SUCESSIVAMENTE.

Foto de Andréa (1)

TRABALHO DE CONSCIENTIZAÇÃO

Com efeito, cabe destacar que o desafio por um trânsito mais seguro é de todos, e a prevenção depende da atuação de cada um de nós. Todos temos um papel a cumprir, em todos os meios que forem possíveis e necessários. Para atingir esse propósito, o Programa usará a hashtag #transito+seguro, de forma a atuar nas redes sociais com ações de estímulo em busca da mudança que Goiânia precisa. Além disso, usaremos um boton com o símbolo

Este símbolo “+”, deverá nós remeter a uma maior atenção à nossa saúde, é um alerta para que os motoristas atuem em busca de um trânsito mais seguro e coloquem sempre sua vida, e a do próximo, em primeiro lugar, além da imagem do agente de trânsito realizando o seu trabalho de educação e fiscalização nas vias da Cidade.

Por derradeiro, a fulcro maior é a diminuição dos acidentes com vítimas em Goiânia. Precisamos que estes números sejam mínimos em nossa Cidade e para isso é necessário um início. Logo, nós propomos a lutar para a concretização desse objetivo. Dando, assim um

 

Foto de Andréa (3)

 

PEC 278/16: PEC DA MORTE

IMG_20170208_170324980_HDR

A seguridade social, que deveria servir como instrumento de políticas públicas para o cumprimento dos direitos e garantias fundamentais constitucionalmente previstos, tem sido alvo constante de reformas restritivas de direitos dos servidores, justificadas por um propalado desequilíbrio financeiro e atuarial da seguridade social.

Em 5 de dezembro de 2016, o Poder Executivo submeteu à análise do Congresso Nacional a PEC 287, com o suposto intuito de “fortalecer a sustentabilidade do sistema de seguridade social”.

Na prática, a PEC 287/2016 implementou verdadeira reforma previdenciária e criou óbices e restrições à fruição de direitos sociais, formadores da base do ordenamento jurídico do Estado Democrático de Direito.

Foram alterados os requisitos para a aposentadoria dos servidores públicos, modificados os critérios de cálculo de seus proventos, estabelecidas vedações quanto à cumulação de benefícios previdenciários, remodelada a concessão da pensão por morte e criadas regras de transição para aqueles que cumprirem as exigências constantes na Emenda.

Aqui, vamos falar só sobre um aspecto que nos afeta diretamente, a saber: a supressão da possibilidade de concessão de aposentadoria especial aos servidores que laborem sob condições que prejudiquem a “integridade física”  e sob risco iminente.

Logo, todas as forças de SEGURANÇA, salvo os militares, terão que aposentar com 49 anos de contribuição. O que provoca graves prejuízos a todos os servidores da área de segurança.

Um absurdo, pois as especificidades de cada atividade profissional deve ser levada em conta para a concessão da aposentadoria.

Um exemplo muito claro no nosso caso:

Nosso Plano de Carreira a Lei 9375/13, no seu art. 10, EXIGE que para se tomar posse no cargo de Agente de Trânsito de Goiânia o candidato tenha, no MÁXIMO, 30 anos de idade.

Por quê?

Muito simples, de fácil intelecção: porque a atividade é de risco, penosa, insalubre e extremamente desgastante, ou seja, a vida útil da vida profissional de um agente de trânsito é curta. De modo que é necessário certo vigor físico para aguentar o exercício da atividade.

E isso tem que ser respeitado e observado, pois se tivermos que aposentar com 49 anos de exercício o despacho de concessão será dado no cemitério, assinado pelo Excelentíssimo Deus.

 

IMG-20170209-WA0029

Todos Contra a PEC 278/2016

IMG-20170209-WA0072

ATO CONTRA A PEC 278/2016

Elias Santos:

“Bom dia companheiros!!!Parabéns a todos que contribuíram para essa Luta em prol dá classe. Parabenizo o meus amigos e guerreiros de Aparecida de Goiânia (Que chegarão a meia noite em Aparecida) , ao pessoal de Anápolis na pessoa do Neto e Helio,ao pessoal de Luziânia na pessoa do Eduardo e Ulisses,ao pessoal de trindade na pessoa do nosso Amigo Fábio e ao pessoal de Goiânia na pessoa dá Andréa e Áureo. Parabéns pela luta em prol de todos.  Lembrando que  Quem não Aparece não é conhecido ou reconhecido. Importante nossa classe estar sempre envolvida nessas lutas. Alguns agentes deram entrevista como foi o caso do Rone de Luziânia e o Adão de Aparecida de Goiânia , e isso também foi positivo . Nas reportagens pelo Brasil apareceu uma ponto amarelo mostrando nossa existência e perseverança , e isso pouco a pouco traz nosso reconhecimento. Parabéns a todos , um grande abraço e até a próxima empreitada pela classe.”</p

Óleo na Pista: Perigo na Via

IMG-20170209-WA0009-1

Muitos acidentes de trânsito provocam o  vazamento de óleo em face das avarias causadas nos veículos.

Situação complicada, pois, nesse caso, é necessário interditar a rua até que o óleo seja retirado. E, para isso, fazemos uso de serragem, a fim de que haja a sua total absorção para, só então, liberá-la.

Ocorrência que muitas vezes provoca certo tumulto no trânsito e descontentamento por parte dos seus usuários, já que esta, em muitos casos, precisa ser totalmente interditada.

IMG-20170209-WA0008

Mas os Agentes de Trânsito, com o profissionalismo necessário, já sabem bem como gerenciar tais situações, procurando inclusive dar alternativas de rotas, visando minimizar essa pontual intrafegabilidade, bem como garantir a segurança viária.

Logo, nesses casos é imprescindível a compreensão dos condutores que, inclusive, pode estar a qualquer momento envolvido em um caso como semelhante.

Paciência e Respeito fazem parte do trânsito: o colocar-se no lugar do outro.

 

Parabéns aos amigos Agentes.

sv