De Quem é a Culpa?

033

Engavetamento de veículos é a colisão sucessiva de vários carros, ou seja, eles vão sequencialmente colidindo um no outro. E esse tipo de acidente é bem comum, especialmente, na Marginal Botafogo aqui em Goiânia. E entendemos que existe dois principais motivos para esse tipo de acidente:

Primeiro: o não respeito à distância de segurança;

Segundo: o excesso de velocidade.

Assim, essa combinação acaba por resultar o ENGAVETAMENTO DE VEÍCULOS.

 

E a culpa é de quem?

Bom, o artigo 29, inciso II, do Código de Trânsito traz várias regras para os usuários da via, dentre as quais está a referente ao assunto colocado, a saber:

II – o condutor deverá guardar distância de segurança lateral e frontal entre o seu e os demais veículos, bem como em relação ao bordo da pista, considerando-se, no momento, a velocidade e as condições do local, da circulação, do veículo e as condições climáticas.

Logo, o condutor tem que manter uma distância razoável do veículo a sua frente, sob pena, inclusive, do cometimento da infração do artigo 192, do CTB.

Art. 192. Deixar de guardar distância de segurança lateral e frontal entre o seu veículo e os demais, bem como em relação ao bordo da pista, considerando-se, no momento, a velocidade, as condições climáticas do local da circulação e do veículo:

        Infração – grave;

        Penalidade – multa.

 

Mas existe a medida dessa distância?

Não existe!

Assim, o condutor deverá observar a velocidade e as condições do local, da circulação etc. Como diz o inciso citado para determinar uma distância segura. Mas existe uma exceção, a saber: quando o condutor estiver passando ou ultrapassando um ciclista a distância deverá ser de pelo menos um metro e cinquenta centímetros, sob pena de cometer a infração de trânsito do art. 201, CTB:

Art. 201. Deixar de guardar a distância lateral de um metro e cinqüenta centímetros ao passar ou ultrapassar bicicleta:

        Infração – média;

        Penalidade – multa.

Portanto, podemos depreender que quanto maior a velocidade maior deve ser a distância de segurança

033-1-1

 

E a culpa?

Então, em caso de engavetamento, apesar de aparentemente a culpa ser do motorista que parou subitamente, por exemplo, quem bateu atrás no veículo acaba sendo o culpado segundo as regras de trânsito.

A norma de trânsito é clara: mantenha distância segura do veículo da frente.

E isso vale independentemente se o motorista deu uma frenagem brusca ou não.

EVITE ACIDENTES, RESPEITE AS NORMAS DE TRÂNSITO

0333-1-1

BELO TRABALHO DA EQUIPE!

LVS

 

 

Desgaste Emocional, Físico e Financeiro

031-1

Toda atenção é pouca no trânsito, uma vez que naturalmente temos variadas formas de distração e um ambiente com diversos pontos de divergência, de intersecção e de conflitos, em que cada condutor tem os seus interesses, obrigações, horários, afazeres, compromissos, etc.

De modo que, um instante de distração pode ocasionar um grande desgaste ao condutor: emocional, físico, financeiro, dentre outros. Além de provocar considerável transtorno ao trânsito.

Nesse acidente, por exemplo, foi necessária uma Equipe grande de Agentes de Trânsito para fazer o controle e o fechamento da via, já que o veículo envolvido, pelas avarias, só sairia do local com um guincho.

035-1

Nisso, o trânsito ficou interrompido e o desgaste para todos nas regiões adjacentes foi bem expressivo.

03-1

Logo, sejamos atentos e vigilantes, caso contrário, o desgaste é geral.

 

O veículo foi removido do local e a ocorrência foi feita.

BOM TRABALHO!

LVS

EVITE ACIDENTES, RESPEITE A SINALIZAÇÃO

Fundamento: Educação no Trânsito

IMG-20170216-WA0046

O trabalho de Educação no Trânsito nunca estará pecando por excesso, mas por falta, uma vez que o conhecimento e a orientação nunca será demais, especialmente em uma área como o trânsito em que a demanda de condutores e consequentemente de veículos é crescente em nossa Cidade. E com isso os problemas de falta de estacionamentos, de congestionamentos e de acidentes, bem como o de mitigação da mobilidade e da acessibilidade urbana.

Desse modo, os Agentes de Trânsito, no exercício de suas funções, tem nessa atividade educativa um dos seus fundamentos, sendo afastado, tão somente, nos casos de reincidência e de persistência  na prática da infração de trânsito. O que, por si só, acaba por gerar um ambiente de risco, em que a probabilidade de ocorrência de acidentes e de atropelamentos aumentam de forma considerável.

Sendo redundante, reiteramos: no momento em que cometemos uma infração de trânsito criamos, imediatamente, esse ambiente de risco.

Assim, quando o processo educativo falha, talvez, e fiscalizatório ajude.

 

EVITE MORTES, RESPEITA A SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO

PARABÉNS PELO TRABALHO DE EDUCAÇÃO

 

LVS

Se a Velocidade Máxima Permitida for de 40km/h, até 47km/h não é Considerado Excesso de Velocidade?

imetr-1

Para que se promova as adequações da sinalização nos locais contemplados com fotossensores/lombadas eletrônicas é necessário a realização de aferição e Estudo Técnico por parte do INMETRO em cumprimento a Resolução 396/2011 do CONTRAN, que assim dispõe:

Art. 3° O medidor de velocidade de veículos deve observar os seguintes requisitos:

I – ter seu modelo aprovado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – INMETRO, atendendo à legislação metrológica em vigor e aos requisitos estabelecidos nesta Resolução;

II – ser aprovado na verificação metrológica pelo INMETRO ou entidade por ele delegada;

III – ser verificado pelo INMETRO ou entidade por ele delegada, obrigatoriamente com periodicidade máxima de 12 (doze) meses e, eventualmente, conforme determina a legislação metrológica em vigência.

Essa medida visa a evitar impropriedades técnicas e erro de aferição pelos aparelhos de “lombada eletrônica” quando da medição da velocidade desenvolvida pelos condutores de veículos.

Desta feita, inclusive, aceita-se uma margem de erro de 7km/h.

Assim, se a velocidade máxima permitida for de 40km/h, até 47km/h não é considerado para efeito de imposição de multa (embora exista o excesso), uma vez que existe uma margem de erro nos aparelhos aferidores de velocidade.

Contudo, acima dessa margem, 48km/h, já é caso de notificação (de aplicação de multa), segundo o caso exemplificado.

E para a realização dessa aferição pelo INMETRO é necessário o fechamento de várias vias para que o Instituto, com o seu veículo, faça as mensurações in loco, passando várias vezes, até alcançar um resultado preciso.

IMETRO0-1

Trabalho que exige uma grande equipe de Agentes e muita atenção para que não ocorra incidentes

GRANDE TRABALHO, PARABÉNS A TODOS!

logooooFACE

Mudança no Trânsito

IMG-20170216-WA0044

Hoje, alguns Agentes de Trânsito fizeram o trabalho de comunicação e orientação decorrente de mudança no sentido de tráfego de algumas vias.

LOCAIS de MUDANÇA:

  • Ruas 1141, Marista;

  • Rua Amélia Artiaga Jardim, Marista;

  • Rua 1142, Marista;

  • Rua 122, Marista;

MUDANÇA: essas vias, basicamente, deixaram de ser de sentido duplo para serem de único sentido (“mão única”).

mpa

MOTIVO: possivelmente seja pelo grande fluxo de veículos e pedestres (próximo a escola) corroborada com a estrutura dessas ruas (estreitas), o que gera grande tumulto, principalmente, nos horários de entrada e de saída dos alunos.

CONCLUSÃO: o trabalho dos Agentes está sendo feito, esperamos que essa mudança tenha sido objeto de estudos e pesquisas a fim de que seja a medida mais acertada, proporcionando maior segurança aos pedestres, condutores de veículos e moradores, bem como a mais adequada à acomodação do interesse do público.

PARABÉNS PELO TRABALHO!

estressssss

 

Vamos Mudar o Trânsito de Goiânia

estressssss

A Campanha tem como principal objetivo o alcance de um Trânsito + Seguro, sendo criado a partir da necessidade de ações permanentes de educação e da implementação de soluções voltadas à redução de acidentes e mortes no trânsito de nossa Capital.

De modo que, em um ato constante, todos procuraremos a sensibilização da população e toda a sociedade em geral para fazermos de Goiânia uma cidade mais segura, com maior mobilidade urbana, a partir de um trânsito mais humano e educado.

FAÇA PARTE DESSA MUDANÇA

Acidente de Trânsito x Infração de Trânsito

acidente-1

Situação bem difícil e que causa, muitas vezes, grande estresse é  acidente de trânsito

E umas das principais causas de acidentes é a imprudência do condutor de veículo, ou seja, o cometimento de infração de trânsito. Logo, podemos dizer que quando cometemos uma infração de trânsito geramos um ambiente, imediatamente, propício a ocorrência de acidentes e de atropelamentos, uma vez que tal conduta signifique que um invadiu o espaço e o direito do outro e, com isso, há a colidência de interesses que pode ser até mesmo fatal.

Podemos dizer então que o desrespeito as regras de trânsito é o maior causador de acidentes

engavetamento 9

 De modo que, no Brasil, somente as doenças cardíacas (o coração) mata mais do que o trânsito

Assim, rotineiramente, os Agentes de Trânsito realizam o atendimento a acidentes de trânsito.

Momento muitas vezes difícil, uma vez que o conflito de interesses citado acima continua após a ocorrência do sinistro, e o Agente de Trânsito precisa estabelecer um ambiente primeiramente seguro e adequado para só então poder realizar o seu trabalho. E isso nem sempre é fácil.

Em todo caso, o aspecto preventivo é o mais importante, ou seja, evitar o acidente, sendo imprescindível o respeito as normas de trânsito. Pois, o desafio por um trânsito mais seguro é de todos, e a prevenção depende da atuação de cada um de nós. Todos temos um papel e uma missão a cumprir, e o trabalho de EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO é o mais importante, no sentido de se buscar a consciência coletiva de que todos somos pedestres e de que todos somos condutores. Sendo, portanto, necessário haver o estabelecimento de respeito mútuo e constante, para que a vida seja preservada e tenhamos um trânsito + seguro.

IMPORTANTE TRABALHO!

LVS

 

 

Bloqueio Viário

controle9

Quando somos impedidos de prosseguir no caminho que estamos acostumas a fazer é uma chateação só. De cara encontramos o Agente de Trânsito sinalizando e interrompendo a continuação do nosso trajeto. E nos sentimos, muitas vezes, raivosos como se não houvesse outras opções ou como se não houvesse razões para tal restrição.

Pois é meu caro, situação difícil para você, imagina para o Agente de Trânsito, por vezes, incompreendido: xingado, vilipendiado, agredido etc. E, ainda assim, tem que fazer o seu trabalho no controle viário para que o trânsito não trave.

contrlotran9

Logo, é necessário pontuar que as razões para o fechamento de uma rua podem ser vários, mas quase sempre se dá por uma questão de impossibilidade de trafegabilidade ou de segurança viária. No primeiro caso, se você conseguir passar pelo bloqueio viário, possivelmente, não conseguirá passar adiante (e terá que voltar com a cara de tacho); no segundo, se você conseguir transpor o bloqueio, estará adentrando em um ambiente em que haverá algum tipo de ameaça e perigo. Então, não se coloque em situações desconfortáveis e constrangedoras, afinal, nem um condutor é mais criança.

E no mais, as multas são pesadas: transpor bloqueio viário e desobedecer a ordem do Agente de Trânsito.

Ultima2

Nota do CTB:

Art. 210. Transpor, sem autorização, bloqueio viário policial:

        Infração – gravíssima;

        Penalidade – multa, apreensão do veículo e suspensão do direito de dirigir;

        Medida administrativa – remoção do veículo e recolhimento do documento de habilitação.

Art. 195. Desobedecer às ordens emanadas da autoridade competente de trânsito ou de seus agentes:

        Infração – grave;

        Penalidade – multa.

Assim, mais do que evitar multas, evite situações mais gravosas para você e sua família. Existe outros trajetos e outras opções que seja de fato a mais adequada para o caso.

RESPEITE A SINALIZAÇÃO, RESPEITE A VIDA

BELO TRABALHO!

LVS