Mais um Parceiro da nossa Campanha Sinal de Vida: na Busca Por Um Trânsito + Seguro

IMG-20170318-WA0034

 Obrigada a Igreja da Paz do Parque das Flores pelo apoio, bem como aos colegas que bem representaram a categoria de Agentes de Goiânia nesse evento, cujo objetivo é a conscientização para um trânsito + seguro, passando um mensagem de vida diante do caótico contexto de mortes no trânsito.

IMG-20170318-WA0050Foto de Andréa (2)IMG-20170319-WA0000Foto de Andréa

Placa Fotovoltaica nos Semáforos sem Chances, e o No-break?

 

APAGADO

 Choveu em Goiânia a energia é cortada e os semáforos todos ficam apagados. Caos total!

INTERMITENTE 2

E o pior, mesmo com a energia voltando, muitos semáforos continuam inoperantes, pois ficam intermitentes

(com o amarelo piscando).

INTERMITENTE

E isso acorre uma vez que estes não conseguem se reprogramar sozinhos – são arcaicos e antiquados -, sendo necessária a presença de um dos trabalhadores do departamento da semafórica para resolver, in loco, o problema: um absurdo!

Enquanto isso, o Munícipe (condutores, motociclistas, ciclistas, pedestres, usuários do transporte coletivo) e os Agentes de Trânsito sofrem com essa esdrúxula questão, que nos revela a falta de vontade de se operacionalizar meios mais adequados para um trânsito mais seguro, bem como a falta de um projeto de trânsito que corresponda com as mudanças e as necessidades prementes de uma grande cidade como Goiânia.

Tá bom, a SMT não é tão sensível assim, para instituir a placa fotovoltaica nos semáforos como colocamos e provocamos em um artigo anterior; é pedir demais…

Então, vamos para outra opção, que tal colocar um no-break, pelo menos, nos principais semáforos de Goiânia (cruzamentos)?

No-break é um aparelho que mantém os equipamentos funcionando mesmo sem energia elétrica. Assim, a inclusão desse dispositivo aos semáforos ensejaria em uma maior segurança viária e maior fluidez do trânsito e do transporte coletivo, uma vez que, em casos de queda de energia, esses equipamentos são acionados automaticamente e os sinaleiros continuam então funcionando normalmente por um período de  2 horas a 6 horas, sem interrupção.

Sendo, portanto, um importante sistema para o regular e bom funcionamento da mobilidade urbana. De modo que, com o no-break instalado, raramente será necessário o deslocamento de equipes de Agentes de Trânsito até o local por eventual falta de energia. Inclusive, um dispositivo apenas pode atender até 10 semáforos ao mesmo tempo.

Desta feita, basta pensarmos: para cada cruzamento em que os semáforos param de funcionar é necessário, pelo menos, uma equipe de 5 (cinco) a 6 (seis) agentes de trânsito para realizar o controle do tráfego a fim de se evitar, principalmente, os acidentes de trânsito, bem como garantir a fluidez. E, a depender do tipo de sinalização e fluxo de veículos a necessidade de agentes pode aumentar, até para que haja o revezamento, pois o controle de trânsito com o uso de apito, se prolongado, causa tonturas e desorientação, pelos constantes assopros.

Vale ressaltar que, esta é uma tendência natural das grandes cidades – a utilização de no-breaks nos semáforos -, por exemplo, Curitiba, Foz do Iguaçu, Maringá, Londrina, Apucarana, Paranaguá, Recife, Campinas, Embu das Artes, dentre outras cidades já implantaram esse sistema.

Desta feita, os gastos com sinalização pela SMT, abastados, diga-se de passagem, seriam bem justificados com a implantação de sistemas como estes que resolveria, de fato, um dos grandes problemas de nossa cidade.

 

Mas estamos diante de uma excelente oportunidade para fazer o novo e o diferente.

Chega de mais do mesmo.

IMG-20170302-WA0035

Reunião Com o Secretário de Finanças de Goiânia

20170316_154247

Em reunião com o Secretário de Finanças, Oseias.

Em linhas gerais a pauta girou em torno das reais condições financeiras da prefeitura, das medidas que irão ser tomadas para sanar os contratos e os débitos da gestão passada e de como o Secretário irá agir diante do repasse do imposto sindical anual para cada sindicato representante de cada categoria, uma vez que o famigerado Sindgoiania entrou com um processo contra as entidades representativas para que o imposto sindical anual seja novamente “vergonhosamente” repassado para ele.

Todavia, mais uma vez o secretario garantiu que aqueles sindicatos que estiverem totalmente regularizados e apresentar a documentação necessária e atualizada, como é o caso do Sinatran, irão receber suas contribuições anuais desse ano de 2017.

Quanto à folha dos próximos meses, Oseias afirmou que está fazendo de tudo para ser paga no ultimo dia útil de cada mês já com todos os fornecedores, consignados e demais despesas pagas (vale lembrar que essa folha refere-se às contas atuais e não aos débitos da gestão passada que, segundo, o secretario serão parcelados e pagas na medida do possível).

Isso que quer dizer que somente os Termos de ajuste feitos com o MP e as ordens judiciais estão sendo pagas alem da folha bruta de cada mês. Sobre o Imas ele disse que está repassado 1 milhão e 200 mil por mês ( Termo MP) para que o gestor da pasta faça os ajustes dentro do órgão. Em resumo é isso. Os demais pontos referiram-se à educação.

20170316_153508

O SINATRAN ENTENDE QUE O SISTEMA DE VÍDEO MONITORAMENTO DIMINUIRIA A PRÁTICA DE INFRAÇÃO DE TRÂNSITO E CONSEQUENTEMENTE A OCORRÊNCIA DOS ACIDENTES E DOS ATROPELAMENTOS

 

SINATRAN realiza Blitz Educativa Com o Pessoal do Transporte Escolar de Goiânia: Adesivaço

 

esta10Mais uma blitz realizada dentro da CAMPANHA SINAL DE VIDA: TODOS POR UM TRÂNSITO + SEGURO

De modo que, agradecemos imensamente a todos os AGENTES DE TRÂNSITO que estiveram conosco nessa empreitada de respeito e de conscientização para um transito menos violento na nossa cidade.

Logo, o engajamento e envolvimento de todos é de suma importância para que possamos dialogar com o maior número possível de condutores de veículos, especialmente, aqueles que são profissionais do trânsito, que vivem dia a dia a realidade das vias públicas.

20170316_091656

IMG-20170313-WA0013

Agradeço a ATTESGO na pessoa do seu Presidente, Wander Brito, pela parceira na Campanha, uma vez que é imprescindível o estreitamento de laços entre todos nós que estamos diretamente envolvidos, de uma forma ou de outra, nessa dinâmica do trânsito de nossa Urbe; bem como a Secretaria de Trânsito pelo apoio na pessoa do seu Diretor de Fiscalização, presente nessa blitz, André Gonçalves. Salientando sempre que de todos os envolvidos os Agentes de Trânsito tem papel preponderante e determinante para o alcance dos nossos objetivos Logo, agradeço de modo especial a todos pelo compromisso para com o SINAL DE VIDA.

IMG-20170302-WA0035

 

 

Apagão no Trânsito em Goiânia é Coisa do Passado: SMT Coloca Placas Fotovoltaicas nos Semáforos

SEMÁFORO PLACA FOTOVOLTAICAGOIANIA APAGÃO

Era uma vez…

A SMT sensível com a constante ocorrência de blecaute na cidade implementa o sistema de placa fotovoltaica nos semáforos, uma vez que a chuva em Goiânia traz consigo, quase sempre, o apagão geral dos sinaleiros. Ocasionando transtornos dantescos para todos os usuários das vias.

Desse modo, o SEMÁFORO SOLAR é a solução, hoje, mais adequada, pois como utiliza o sistema led tem baixo consumo de energia, carrega sozinho com a luz do sol, tem saída para ligar as câmeras de vídeo monitoramento, usa energia limpa e ainda tem a opção de adaptação no semáforo já existente. Possuindo a capacidade de carga para manter o fornecimento de energia durante até setes horas, em casos da falta de energia na rede.

Com efeito, esse equipamento é um semáforo comum, desses vistos em ruas, avenidas, rodovias, e outros tipos de estradas. O que o difere dos demais é o fato do mesmo funcionar através da energia proveniente do sol, a energia solar.

O sistema funciona a partir do momento em que a placa fotovoltaica captar alguma incidência de raios solares, gerando energia elétrica, que passa para o controlador de carga que é enviada para a bateria. Armazenando toda energia gerada pronta para ser acionada quando preciso.

E o custo benefício é muito vantajoso para todos.

O objetivo, então, é alcançar um custo menor com maior benefício para todos os goianienese, viabilizando a solução no sentido de fornecer a energia necessária aos semáforos em situações de apagão na Cidade. Já que se gasta milhões com sinalização, esse talvez seja um gasto, de fato, justificável para todos nós que sofremos com os constantes apagões.

Pois é, era para ser assim, mas pelo andar da carroça…

Enquanto isso…

FALTA DE ENERGIA
CONTROLE DE TRÁFEGO

 

IMG-20170315-WA0076 IMG-20170315-WA0077

FALTA DE ENERGIA

FALTA DE ENERGIA

CONTROLE DE TRÁFEGO

FALTA DE ENERGIA

ACIDENTE GRAVE

ACIDENTE GRAVE, SEMÁFORO APAGADO POR FALTA DE ENERGIA

apagado

Mas estamos diante de uma excelente oportunidade para fazer o novo e o diferente,

chega de mais do mesmo.

IMG-20170302-WA0035

 

 

 

 

 

 

Manifestação de Hoje: Aposentadoria Fica, Temer Sai!

IMG-20170315-WA0059 IMG-20170315-WA0060 IMG-20170315-WA0061

 

IMG-20170315-WA0058

IMG-20170315-WA0067IMG-20170315-WA0067IMG-20170315-WA0070

Vamos falar, um pouquinho, sobre a REFORMA DA PREVIDÊNCIA que está prevista no Projeto de Emenda a CF, 287/2016, em tramite na Câmara do Deputados Federais, e que muda drasticamente o sistema previdenciário brasileiro, alterando as regras de forma significativa.

De modo que, inviabilizará, a possibilidade de muitos, de algum dia conseguir se aposentar.

Assim, vamos falar PRIMEIRO sobre: QUAL É A REGRA HOJE VIGENTE.

Para então, em seguida falarmos COMO SERÁ COM A APROVAÇÃO DESSA PEC.

  • Em síntese: hoje tenho o direito de me aposentar se, integral:

Mulher: tiver 55 anos de idade + 30 anos de contribuição = 85 anos.

Homem: tiver 60 anos de idade + 35 anos de contribuição = 95 anos.

  • Em síntese: com a PEC 287/16 terei o direito de me aposentar se:

H ou M (não existirá diferenciação de idade e nem de tempo de contribuição): tenho que ter 65 anos de idade + 49 anos de contribuição: 114 anos.

  • Ø Ou seja, aumentará + 10 anos na idade da mulher, e mais 5 na idade do homem;
  • Ø E a mulher terá que trabalhar + 19 anos de contribuição para ter o direito de se aposentar, e o homem + 14 anos de contribuição para poder se aposentar.

Reiterando: não terá + diferenciação de idade para o h e a M; a mulher terá que trabalhar + 19 anos de contribuição e o homem 14 anos para poder se aposentar.

IMG-20170315-WA0070

  • Ø Hoje: existe a possibilidade de se aposentar por tempo de contribuição mínima, em que você obtém a aposentadoria de 1 salário mínimo:
  • Ø A Mulher: tem que ter 60 anos de idade + 15 anos de contribuição.
  • Ø Homem: tem que ter 65 anos de idade + 15 anos de contribuição.

Essa regra também é modificada pela Emenda:

  • Ø Homem e a Mulher (NÃO TEM A DIFERENÇA DE IDADE AQUI TAMBÉM): o H ou a M tem que ter 65 anos de idade + 25 anos de contribuição, ou seja, aumentou 10 anos no tempo de contribuição tanto para o h quanto para a m, e ainda aumentou + 5 anos na idade da mulher.
  • Ø E detalhe, hoje, você tem garantido um salário mínimo, com a PEC não há essa garantia, uma vez que ela diz que poderá SER a aposentadoria de no máximo 76% do que se ganhava na ativa.

Assustador!

REFORMA DA PRESIDÊNCIA: FORA TEMER!

A APOSENTADORIA FICA E TEMER SAI!

Bloqueio Viário: Não sem Razão.

IMG-20170314-WA0104

Quando somos impedidos de prosseguir no caminho que estamos acostumas a fazer é uma chateação só. De cara encontramos o Agente de Trânsito sinalizando e interrompendo a continuação do nosso trajeto. E nos sentimos, muitas vezes, raivosos como se não houvesse outras opções ou como se não houvesse razões para tal restrição.

Pois é meu caro, situação difícil para você, imagina para o Agente de Trânsito, por vezes, incompreendido: xingado, vilipendiado, agredido etc. E, ainda assim, tem que fazer o seu trabalho no controle viário para que o trânsito não trave.

IMG-20170314-WA0101

Logo, é necessário pontuar que as razões para o fechamento de uma rua podem ser vários, mas quase sempre se dá por uma questão de impossibilidade de trafegabilidade ou de segurança viária. No primeiro caso, se você conseguir passar pelo bloqueio viário, possivelmente, não conseguirá passar adiante (e terá que voltar com a cara de tacho); no segundo, se você conseguir transpor o bloqueio, estará adentrando em um ambiente em que haverá algum tipo de ameaça e perigo. Então, não se coloque em situações desconfortáveis e constrangedoras, afinal, nem um condutor é mais criança.

E no mais, as multas são pesadas: transpor bloqueio viário e desobedecer a ordem do Agente de Trânsito.

Nota do CTB:

Art. 210. Transpor, sem autorização, bloqueio viário policial:

        Infração – gravíssima;

        Penalidade – multa, apreensão do veículo e suspensão do direito de dirigir;

        Medida administrativa – remoção do veículo e recolhimento do documento de habilitação.

Art. 195. Desobedecer às ordens emanadas da autoridade competente de trânsito ou de seus agentes:

        Infração – grave;

        Penalidade – multa.

Assim, mais do que evitar multas, evite situações mais gravosas para você e sua família. Existe outros trajetos e outras opções que seja de fato a mais adequada para o caso.

RESPEITE A SINALIZAÇÃO, RESPEITE A VIDA

BELO TRABALHO!

IMG-20170302-WA0035