Bloqueio Viário

controle9

Quando somos impedidos de prosseguir no caminho que estamos acostumas a fazer é uma chateação só. De cara encontramos o Agente de Trânsito sinalizando e interrompendo a continuação do nosso trajeto. E nos sentimos, muitas vezes, raivosos como se não houvesse outras opções ou como se não houvesse razões para tal restrição.

Pois é meu caro, situação difícil para você, imagina para o Agente de Trânsito, por vezes, incompreendido: xingado, vilipendiado, agredido etc. E, ainda assim, tem que fazer o seu trabalho no controle viário para que o trânsito não trave.

contrlotran9

Logo, é necessário pontuar que as razões para o fechamento de uma rua podem ser vários, mas quase sempre se dá por uma questão de impossibilidade de trafegabilidade ou de segurança viária. No primeiro caso, se você conseguir passar pelo bloqueio viário, possivelmente, não conseguirá passar adiante (e terá que voltar com a cara de tacho); no segundo, se você conseguir transpor o bloqueio, estará adentrando em um ambiente em que haverá algum tipo de ameaça e perigo. Então, não se coloque em situações desconfortáveis e constrangedoras, afinal, nem um condutor é mais criança.

E no mais, as multas são pesadas: transpor bloqueio viário e desobedecer a ordem do Agente de Trânsito.

Ultima2

Nota do CTB:

Art. 210. Transpor, sem autorização, bloqueio viário policial:

        Infração – gravíssima;

        Penalidade – multa, apreensão do veículo e suspensão do direito de dirigir;

        Medida administrativa – remoção do veículo e recolhimento do documento de habilitação.

Art. 195. Desobedecer às ordens emanadas da autoridade competente de trânsito ou de seus agentes:

        Infração – grave;

        Penalidade – multa.

Assim, mais do que evitar multas, evite situações mais gravosas para você e sua família. Existe outros trajetos e outras opções que seja de fato a mais adequada para o caso.

RESPEITE A SINALIZAÇÃO, RESPEITE A VIDA

BELO TRABALHO!

LVS

 

 

 

 

“Empurrando” o Pedestre para a Rua

pedrstrua-1

Entendo que não precisamos falar muito sobre esse caso de inobservância das regras de trânsito

As imagens falam mais do que qualquer palavra. O pedestre simplesmente não tem espaço na calçada para transitar. E, no meu entendimento, tal desrespeito as leis de trânsito só se justificaria se estive em frente a um hospital e fosse caso de vida ou morte.Pois, caso contrário, o caso de vida ou morte foi provocado por esse condutor quando “empurrou” o pedestre para a rua. Lamentável.

EVITE MULTAS, RESPEITE A SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO!

O PEDESTRE AGRADECE!

pedestre na rua

 

ESTACIONAR SOBRE O PASSEIO: gera um ambiente mais propício  à ocorrência de atropelamentos.

Evite estacionar sobre a calçada.

LEMBRE-SE,

TODOS SOMOS PEDESTRE.

 

Nota CTB:

  • Art. 181. Estacionar 0 veículo:

 VIII – no passeio ou sobre faixa destinada a pedestre, sobre ciclovia ou ciclofaixa, bem como nas ilhas, refúgios, ao lado ou sobre canteiros centrais, divisores de pista de rolamento, marcas de canalização, gramados ou jardim público:

        Infração – grave;

        Penalidade – multa;

        Medida administrativa – remoção do veículo.

EXCELENTE TRABALHO!

LVS

Multa: por Estacionar Sobre o Passeio OU por Proibido Estacionar?

passeio ou proibido4-1

Duas em uma: estacionado sobre o passeio e sob a placa de proibido estacionar

Foi mal duas vezes

Qual multa poderá ser aplicada?

A de proibido estacionar?

A de estacionar sobre o passeio?

Ou deve-se aplicar as duas multas?

Vamos a algumas ponderações:

  • A primeira é MÉDIA, 4 pontos, e a segunda é GRAVE, 5 pontos.
  • As duas prevê a remoção do veículo.
  • A diferença é que a proibição de estacionar sobre o passeio não tem e nem precisa de nenhum tipo de placa proibitiva, enquanto que a de estacionamento exige a presença da placa.

Bom, entendo que, nesse caso, para evitar o bis idem, o que poderia ser objeto de tese de defesa para o infrator, aplicaria apenas uma.

Mas qual?

A mais grave, aquela que tem um potencial ofensivo maior às pessoas (a coletividade).

A proibição de estacionar visa, a grosso modo, dar maior fluidez ao trânsito, já a proibição de estacionar sobre o passeio visa, em apertada síntese, evitar atropelamentos.

Logo, a conduta com maior potencialidade ofensiva é a de estacionar sobre o passeio.

O que é, inclusive, expresso pelo próprio CTB quando atribui uma maior pontuação a essa infração de trânsito.

Portanto, sem pretensão de esgotar a pauta ou definir a conduta, aplicaria a mais grave: estacionar sobre o passeio.

 

IMPORTANTE TRABALHO!

LVS

Efeitos Irradiadores

estreitamento8

A sinalização de proibição nessa via tem clara razão de existência, qual seja: evitar o estreitamento da pista de forma a interromper o trânsito de veículos. Logo, se estacionarmos dos dois lados da rua, o trânsito ficará, literalmente, travado.

Além disso, o estacionamento nesses casos (proibidos) provoca a lentidão no fluxo de veículos, principalmente nos cruzamentos adjacentes.

O que em muitos casos exige a intervenção do Agente de Trânsito para que não ocorra o fechamento desses pontos de intersecção (cruzamentos).

fechamento do cruz7

Portanto, a simples presença de um veículo em local proibido pode gerar efeitos irradiadores (que se propaga) deletérios que nem sempre percebemos, mas que prejudicam todo o trânsito, especialmente se as vias forem curtas e estreitas como, por exemplo, no setor de Campinas.

E nesses casos a única solução para o restabelecimento da normalidade no trânsito é o guinchamento (remoção) do veículo que está em local proibido.

Não sendo sem razão a previsão em lei dessa medida administrativa (a remoção).

estreitam6

ASSIM, EVITE MULTAS, RESPEITE A SINALIZAÇÃO

  • Nota do CTB:

 Art. 181. Estacionar o veículo:

  XIX – em locais e horários de estacionamento e parada proibidos pela sinalização (placa – Proibido Parar e Estacionar):

        Infração – grave; (5 PONTOS)

        Penalidade – multa;

        Medida administrativa – remoção do veículo.

 BOM TRABALHO!

LVS

Dois é Demais

dois passeio (1)Se um já é muito, pense dois…

Quando estacionamos sobre o passeio criamos um ambiente muito perigoso para o pedestre, pois este terá que adentrar a via para seguir na sua caminhada. Logo, agindo assim, o colocamos em uma situação de risco. Pedestre, todos somos, uma hora ou outra, e a próxima vítima desse ambiente de perigo pode ser você ou eu.

O Agente de Trânsito, além de aplicar a infração, tem o direito de mandar guinchar o veículo. Isso significa que aquela paradinha rápida pode virar uma grande dor de cabeça.

ESTACIONAR SOBRE O PASSEIO: gera um ambiente mais propício  à ocorrência de atropelamentos.

Evite estacionar sobre a calçada.

LEMBRE-SE,

TODOS SOMOS PEDESTRE.

Nota CTB:

  • Art. 181. Estacionar 0 veículo:

 VIII – no passeio ou sobre faixa destinada a pedestre, sobre ciclovia ou ciclofaixa, bem como nas ilhas, refúgios, ao lado ou sobre canteiros centrais, divisores de pista de rolamento, marcas de canalização, gramados ou jardim público:

        Infração – grave;

        Penalidade – multa;

        Medida administrativa – remoção do veículo;

E se um já é muito, dois é demais. Mas no caso um foi solidário com o outro, tanto na alegria quanto na tristeza, com justeza porém, já que houve o desrespeito ao espaço destinado ao pedestre.

EVITE MULTAS, NÃO ESTACIONE SOBRE A CALÇADA.

LVS

 

Toda Atenção é Pouca

CONTRELO-1

 NOVAMENTE: FALTA DE ENERGIA

A falta de energia em Goiânia já virou moda, ou seja, em cada cruzamento um flash, no caso, para os Agentes de Trânsito, pelo menos aqui nesse espaço.

E o flash existe mesmo: é o sol a pino.

Pense, você ao meio-dia fazendo o controle de trânsito em um cruzamento complicado, por horas, com fluxo intenso de veículos, pedestres, barulho etc. Mas eles estão preparados, a Equipe que atendeu essa ocorrência, atentos a tudo, inclusive e especialmente com o pedestre, estavam preparados.

pedstre9

 

Quem não está preparado então?

  • Alguns condutores mais afoitos e apressados;
  • O comerciante, para ficar sem energia por horas a fio;
  • A CELG, pois não oferece um serviço de qualidade.
  • Mas não podemos esquecer da SMT (Secretária Municipal de Trânsito de Goiânia).

Isso, ela mesma.

Mas por quê?

Porque arrecada milhões e não tem a sensibilidade de implementar um sistema semafórico mais permanente e seguro, com um aparelho de nobrek, por exemplo, que, em caso de falta de energia, manteria o semáforo funcionando por umas 2 (duas) horas.

Mas vamos ser um pouco mais ousados, pois essa opção, embora não tenha sido implementada na nossa Cidade, já está ultrapassada.

Vamos para o Semáforo Solar, a solução mais adequado.

Vantagens:

Semáforo led tem baixo consumo e não precisa de energia podeondo ainda ter saída para ligar câmera de monitoramento.

Ele recarrega sozinho.

Não tem ligação elétrica e é de baixa tensão diminuindo perigo de choque.

Além de ser 90 % mais econômico de que os tradicionais.

O sol o alimenta de energia, energia limpa.

E ainda existe a opção de adaptação da PLACA FOTOVOLTAICA no semáforo já existente.

PLANA A PINO

O Semáforo Solar Sustentável é um semáforo comum, desses vistos em ruas, avenidas, rodovias, e outros tipos de estradas. O que o difere dos demais é o fato do mesmo funcionar através da energia proveniente do sol, a energia solar. O sistema funciona a partir do momento em que a placa fotovoltaica captar alguma incidência de raios solares, com isso será gerada energia elétrica, que passa para o controlador de carga, e é enviada para a bateria, que armazena toda energia gerada para que seja usada quando preciso.

E o custo benefício é muito vantajoso para todos.

A SMT gastou aproximadamente 7 milhões e meio com sinalização no ano de 2016…

Será que teremos alguma mudança tecnológica nessa área, como o exemplo acima colocado, diante de tamanha despesa?

Quem sabe… Espero que sim!

Enquanto isso toda atenção é pouca…

CONTROLE-1 (1)LVS

 

 

O Que é Isso?

TRÂNSITO ESCOLA

O que é isso?

Entrada de um grande show?

Hum… Já sei, entrada do estádio Serra Dourada, dia de clássico?

Melhor pedir ajuda para os universitários, ou melhor, para os Agentes de Trânsito.

Na verdade, não seria nem uma ajuda, mas um SOCORRO mesmo.

ISSO É UMA PORTA DE ESCOLA.

ESCOLA: é uma instituição concebida para o ensino de alunos sob a direção de professores. A maioria dos países têm sistemas formais de educação, que geralmente são obrigatórios. Nestes sistemas, os estudantes progridem através de uma série de níveis escolares e sucessivos. Os nomes para esses níveis nas escolas variam por país, mas geralmente incluem o ensino fundamental (ensino básico) para crianças e o ensino médio (ensino secundário) para os adolescentes que concluíram o fundamental.[1] Uma instituição onde o ensino superior é ensinado, é comumente chamada de faculdade ou universidadeAlém destas, os alunos também podem frequentar outras instituições escolares, antes e depois do ensino fundamental. A pré-escola fornece uma escolaridade básica para as crianças mais jovens. As profissionalizantesfaculdades ou seminários podem estar disponíveis antes, durante ou depois do ensino médio. A escola também pode ser dedicada a um campo particular, como uma escola de economia ou de música, por exemplo. Há também escolas particulares, que podem ser exclusivas para crianças com necessidades especiais, quando o governo não as fornecer, tais como escolas religiosas, ou as que possuem um padrão mais elevado de qualidade de ensino, ou buscam fomentar outras realizações pessoais. Escolas para adultos incluem instituições de alfabetização, de treinamento corporativo, militar e escolas de negócios. (segundo a WIKIPEDIA)

e Blá, blá, blá e blabla, blá, blá, blá, blá…

 

ALGUMA COISA ESTÁ MUITO ERRADA…

Aprende-se tudo na escola, menos educação no trânsito?

Educar para o trânsito não se limita apenas a ensinar regras de circulação, mas também deve contribuir para formar cidadãos responsáveis, autônomos e comprometidos com a preservação da vida. Diante do quadro de violência que vem se apresentando no trânsito e também em outras esferas sociais, torna-se necessário o envolvimento de toda a sociedade nessa tarefa de educar, na qual a família e a escola são a base formadora e não podem se eximir de tal responsabilidade.

Caso contrário a realidade expressa nessa foto será tida como normal, exatamente, pela falta de envolvimento das escolas, universidades etc., na educação de trânsito para um trânsito + seguro: humano.

 

SOLIDARIEDADE AO COLEGA.

LVS

 

Preparados!?

 

semafor 2

A falta de energia em Goiânia já virou moda, ou seja, em cada cruzamento um flash, no caso, para os Agentes de Trânsito, pelo menos aqui nesse espaço.

E o flash existe mesmo: é o sol a pino.

Pense, você ao meio-dia fazendo o controle de trânsito em um cruzamento como este – Av. assis chateaubriand com a Rua 09, Setor Oeste – fluxo intenso de veículos, pedestres, barulho etc., mas eles estão preparados.

 PORTA FOC9

Quem não está preparado então?

  • Alguns condutores mais afoitos e apressados;
  • O comerciante, para ficar sem energia por horas a fio;
  • A CELG, pois não oferece um serviço de qualidade.
  • Mas não podemos esquecer da SMT (Secretária Municipal de Trânsito de Goiânia).

Isso, ela mesma.

Mas por quê?

Porque arrecada milhões e não tem a sensibilidade de implementar um sistema semafórico mais permanente e seguro, com um aparelho de nobrek, por exemplo, que, em caso de falta de energia, manteria o semáforo funcionando por umas 2 (duas) horas.

Mas vamos ser um pouco mais ousados, pois essa opção, embora não tenha sido implementada na nossa Cidade, já está ultrapassada.

Vamos para o Semáforo Solar, a solução mais adequado.

Vantagens:

Semáforo led tem baixo consumo e não precisa de energia podeondo ainda ter saída para ligar câmera de monitoramento.

Ele recarrega sozinho.

Não tem ligação elétrica e é de baixa tensão diminuindo perigo de choque.

Além de ser 90 % mais econômico de que os tradicionais.

O sol o alimenta de energia, energia limpa.

E ainda existe a opção de adaptação da PLACA FOTOVOLTAICA no semáforo já existente.

PLANA A PINO

O Semáforo Solar Sustentável é um semáforo comum, desses vistos em ruas, avenidas, rodovias, e outros tipos de estradas. O que o difere dos demais é o fato do mesmo funcionar através da energia proveniente do sol, a energia solar. O sistema funciona a partir do momento em que a placa fotovoltaica captar alguma incidência de raios solares, com isso será gerada energia elétrica, que passa para o controlador de carga, e é enviada para a bateria, que armazena toda energia gerada para que seja usada quando preciso.

E o custo benefício é muito vantajoso para todos.

A SMT gastou aproximadamente 7 milhões e meio com sinalização no ano de 2016…

Será que teremos alguma mudança tecnológica nessa área, como o exemplo acima colocado, diante de tamanha despesa?

Quem sabe… Espero que sim!

Enquanto isso: SOL A PINO.

semaforo 1-1

 

 PARABÉNS PELO TRABALHO!

LVS