Fique Atento à Marca de Canalização

IMG-20170225-WA0000

Muitas pessoas não sabem o que é marca de canalização de trânsito. Pois, agora já sabem, basta observar a foto acima. E ela pode ser branca como na foto (indica sentido único de direção) ou pode ser amarela (informando que é uma rua de duplo sentido). Tendo o objetivo de canalizar o trânsito de veículos em um sentido mais seguro, adequando a sua circulação e orientando o seu fluxo.

CANALIZ

De modo que o Código de Trânsito Brasileiro nos informa que:

  • é proibido PARAR sobre ela;
  • é proibido ESTACIONAR sobre ela;
  • é proibido TRANSITAR sobre ela.

Parar sobre a marca de sinalização é infração LEVE;

Estacionar é infração GRAVE;

Transitar é infração GRAVÍSSIMA.

A parada e o estacionamento na MARCA DE CANALIZAÇÃO prejudicam de forma muito séria a visibilidade de quem está transitando pela via. Logo, o CTB, com essas proibições visa a coibir esse problema que é causa geradora, inclusive, de muitos acidentes de trânsito.

A proibição de transitar sobre a MARCA DE CANALIZAÇÃO tem um regime proibitivo mais gravoso, sendo GRAVISSÍMA com fator multiplicador, automático, de TRÊS VEZES o valor da multa. Tal severidade se justifica, pois a canalização feita por esse tipo de sinalização importa, geralmente, em um estrangulamento da via/rua logo à frente. De modo que, quando se transita sobre essa marca, provoca-se um ponto de conflito de veículos, gerando um ambiente propício à acidentes.

Art. 182. Parar o veículo:

VI – no passeio ou sobre faixa destinada a pedestres, nas ilhas, refúgios, canteiros centrais e divisores de pista de rolamento e MARCAS DE CANALIZAÇÃO:

Infração – leve;

Penalidade – multa;

Art. 181. Estacionar o veículo:

VIII – no passeio ou sobre faixa destinada a pedestre, sobre ciclovia ou ciclofaixa, bem como nas ilhas, refúgios, ao lado ou sobre canteiros centrais, divisores de pista de rolamento, MARCAS DE CANALIZAÇÃO, gramados ou jardim público:

Infração – grave;

Penalidade – multa;

Medida administrativa – remoção do veículo;

 Art. 193. Transitar com o veículo em calçadas, passeios, passarelas, ciclovias, ciclofaixas, ilhas, refúgios, ajardinamentos, canteiros centrais e divisores de pista de rolamento, acostamentos, MARCAS DE CANALIZAÇÃO, gramados e jardins públicos:

Infração – gravíssima;

Penalidade – multa (três vezes).

CANALIZAÇÃO

Pelo exposto vale ressaltar a importância de se respeitar as regras de trânsito referentes à MARCA DE CANALIZÇÃO. Não só para se evitar multas, mas, acima de tudo, para se evitar acidentes e mortes no trânsito.

FALE SOBRE A MARCA DE CANALIZAÇÃO AOS SEUS AMIGOS

PRECISAMOS CONHECER MAIS

 IMPORTANTE TRABALHOFoto de Andréa (1)

Estacionar ao Lado de Praça Pública é Proibido pelo Código de Trânsito Brasileiro

PRAÇA

Todos os bairros têm as suas praças públicas. E podemos notar que é bem comum encontrarmos veículos estacionados ao redor dela (como na foto acima).

Mas é bom observar que o CTB – Código de Trânsito Brasileiro – prevê que tal conduta é INFRAÇÃO GRAVE.

E muitos de nós não sabemos disso e nem podemos nos beneficiar dessa alegação de desconhecimento da lei, uma vez que como motoristas devemos ou deveríamos saber.

Logo, vale ressaltar essa informação para que não haja enganos ou qualquer situação embaraçosa. Assim, vamos ao que o CTB diz sobre essa temática:

 Art. 181. Estacionar o veículo:

VIII – no passeio ou sobre faixa destinada a pedestre, sobre ciclovia ou ciclofaixa, bem como nas ilhas, refúgios, ao lado ou sobre canteiros centrais, divisores de pista de rolamento, marcas de canalização, gramados ou jardim público:

Infração – grave;

Penalidade – multa;

Medida administrativa – remoção do veículo;

Note que a lei é bem ampla, sendo infração grave estacionar não só ao lado de praças, mas de canteiros centrais, divisores de pistas, passeio (que todos sabemos), etc.

CANTEIRO

 A lei impõe essas restrições e limitações ao nosso direito de estacionar o veículo ao mesmo passo que impõe à Administração Pública o poder-dever de coibir tais situações, para tanto poderá ser aplicada não só a multa, que é grave, mas também a remoção do veículo.

Logo, sabendo de tal realidade ,vale observar e respeitar o CTB para que não sejamos surpreendidos com uma multa ou até mesmo com a remoção do nosso veículo. Afinal ninguém quer isso.

EVITAR MULTAS É RESPEITAR AS NORMAS DE TRÂNSITO

IMG-20170217-WA0013 (1)

IMPORTANTE TRABALHO

Foto de Andréa (1)

Calçada é do Pedestre!

IMG-20170221-WA0040

A luta por espaços é uma constante no trânsito de Goiânia e do mundo em geral. Assim, prevendo a tentativa de dominação do mais forte (da máquina), o Código de Trânsito Brasileiro estabelece e determina algumas regras a ser observados por todos nós.

Vamos a algumas delas quanto ao estacionamento e o trânsito de veículos:

ESTACIONAR SOBRE O PASSEIO OU CALÇADAS é infração GRAVE:

A lei é ampla nessa proibição, abarcando outras localidades em que é proibido o estacionamento de veículos, além da calçada: estacionar sobre faixa destinada a pedestre, sobre ciclovia ou ciclofaixa, bem como nas ilhas, refúgios, ao lado ou sobre canteiros centrais, divisores de pista de rolamento, marcas de canalização, gramados ou jardim público (art. 181, VIII).

Logo, é de fácil intelecção que o CTB estabeleceu às delimitações dos espaços tanto dos veículos quanto dos pedestres, tendo este a preferência dentro dessa dinâmica, de modo que a sua inobservância poderá ensejar a penalização do infrator, pois a vida deve preferir a maquina.

IMG-20170223-WA0065 IMG-20170224-WA0009

TRÂNSITAR SOBRE O PASSEIO/CALÇADA é infração GRAVÍSSIMA:

O trânsito de veículos deve ocorrer nas vias – ruas -, de modo que essa passagem sobre passeios, calçadas e acostamentos inclusive, só deverá ocorrer para adentrar ou sair de imóveis em geral (art. 29, V);

E vale dizer que, o regramento acima colocado é muito rígido, ou seja, a sua desobediência poderá ocasionar a aplicação de MULTA GRAVÍSSIMA, com fator multiplicador automático de TRÊS VEZES O VALOR DA MULTA GRAVÍSSIMA, ou seja, hoje um valor aproximado de R$ 880, 00 (oitocentos e oitenta reais), art. 193, CTB;

A lei é ampla também nessa proibição, abarcando outras localidades em que é proibido o trânsito de veículos, além da calçada, tais como: passarelas, ciclovias, ciclofaixas, ilhas, refúgios, canteiros centrais e divisores de pista de rolamento, acostamentos, marcas de canalização, gramados e jardins públicos.

NOSSA

 Assim fique atento, respeite as regras de trânsito, evite multas, mas principalmente evite atropelamentos e acidentes, ou seja, mortes no trânsito.

PARABÉNS aos AGENTES DE TRÂNSITO DE GOIÂNIA pelo NECESSÁRIO TRABALHOlogooooFACE

       

 

Somos Todos Pedestres: RESPEITE A FAIXA

IMG-20170222-WA0000

O Código de Trânsito Brasileiro nós dá várias informações sobre a faixa de pedestre, tais como:

Parar o veículo sobre a faixa de pedestre na mudança do sinal luminoso do semáforo é infração de trânsito média e passível de multa (Art. 183, CTB);

Deixar de dar preferência de travessia ao pedestre que está na faixa ou que não tenha concluído a travessia é infração gravíssima com penalidade de multa (art. 214, CTB);

Quando o pedestre houver iniciado a travessia, mesmo que não haja sinalização a ele destinada, ele terá a preferência de passagem, e se o condutor de veículo desrespeitar essa regra está sujeito a multa por infração grave (art. 214, IV, CTB);

O condutor de veículo quando for adentrar em um imóvel deve dar preferência de passagem ao pedestre que esteja transitando pela calçada (art. 36, CTB);

Os pedestres que estiverem atravessando a via sobre as faixas delimitadas para esse fim terão prioridade de passagem, exceto nos locais com sinalização semafórica, onde deverão ser respeitadas as disposições do CTB (art. 70).

Nos locais em que houver sinalização semafórica de controle de passagem será dada preferência aos pedestres que não tenham concluído a travessia, mesmo em caso de mudança do semáforo liberando a passagem dos veículos (art. 70, parágrafo único);

O atropelamento ou o acidente de trânsito que provoque a morte de pedestre quando este estiver atravessando a faixa ou estiver na calçada é homicídio culposo com aumento de pena de 1/3 à metade (art. 302, § 1o , II, CTB);

Dentre outras disposições legais.

IMG-20170221-WA0009

Todas as informações e prescrições legais visam formatar um regime de proteção ao pedestre, uma vez que é a parte hipossuficiente (mais frágil e vulnerável) dentro das relações e dinâmicas do trânsito.

E vale ressaltar, o grande objetivo não é a punição do condutor, mas sim a proteção do pedestre. Contudo, se para alcançar esse desiderato é necessário e efetivação de alguma punição, esta se justifica pelo bem jurídico a que se pretende proteger, qual seja: a sua e a minha vida e a nossa integridade física, no mínimo.

IMG-20170224-WA0006

LEMBRE-SE: SOMOS TODOS PEDESTRES

RESPEITE A FAIXA, RESPEITE A VIDA

BELO TRABALHO!

LVS

 

“Infrator Contumaz”

 

IMG-20170221-WA0023 (1)

‘Infrator Contumaz’, é um termo previsto no CTB, no art. 268 do Código de Trânsito, unicamente nesse artigo. O Código não conceitua o que ou quem seria um ‘Infrator Contumaz’, até porque se trata de uma expressão absolutamente subjetiva.

Contumaz é aquele que é um reincidente habitual, repetidor, obstinado, persistente, que de forma contínua e constante comete infrações, devendo, assim, segundo o artigo supramencionado ser submetido a curso de reciclagem.

IMG-20170221-WA0022 (1)

DOCUMENTOS DE OUTRAS MULTAS FEITAS VISIVELMENTE DENTRO DO VEÍCULO

Porém não há o estabelecimento da quantidade, período considerado ou mesmo a natureza ou gravidade das infrações cometidas para que de forma objetiva se conclua o merecimento dessa penalidade.

Nas diversas passagens que o Código faz referência a uma repetição de atos é usada a expressão reincidência e sempre o período considerado, expressão que por si só significa ao menos uma repetição, enquanto no caso da contumácia seria uma série de repetições, não definida a quantidade nem o período considerado.

Os órgãos de trânsito já solicitaram do CONTRAN uma definição dessa expressão, porém toda e qualquer fórmula que venha a ser estabelecida objetivamente poderá ser questionada, até porque o dispositivo legal não pede a regulamentação do CONTRAN, sendo auto-aplicável e cabendo à autoridade que irá aplicá-la estabelecer e justificar seus critérios. Será que é a quantidade de infrações em 12 meses independente da gravidade, se a gravidade é ou não relevante ou uma imensidão de infrações leves justificariam, ou seja lá qual for, poderá ser questionado.

Mas em todo feito, deve-se observar o caso em concreto e, enquanto não vem a normatização específica, deve-se adotar o que já existe, segundo a infração (ões) concreta (s) cometida (s), ou seja, o condutor é contumaz na sua conduta de desrespeito ao CTB? Sim!

Deve-se, então, adotar TODAS as medidas previstas em lei: Multa, Medida Administrativa, etc.

IMG-20170221-WA0028

Pois, talvez assim, alcancemos o caráter pedagógico necessário e almejado pela Lei, uma vez que a multa, por si só, não seja, quanto ao contumaz, suficientemente eficaz a resolução da questão.

NECESSÁRIO TRABALHO, PARABÉNS!

 LVS

 

“Blitz Documento, Só Temos Instrumentos”

IMG-20170223-WA0029

Blitz Educativa…

É mais ou menos assim:

“blitz documento… só temos instrumentos”…

Verdade!

É um dos instrumentos mais eficazes para o alcance de resultados positivos no trânsito. Educação. Pois, traz consigo uma atitude preventiva e mais dinâmica. De modo que, esse “instrumento”, pode assumir várias roupagens com figurinos diversificados inclusive, ou seja, poderá usar de meios lúdicos e cénicos amplos, bem como utilizar métodos segundo as características do público alvo.

Logo, essa capacidade de formatação e conformação – segundo o objetivo que se busca, sendo, o que a educação no transito postula e querer -, tem o condão de conquistar a muitos, e isso é muito importante quando se sabe fazê-lo, bem aproveitando esse campo cognitivo, reitero, amplo e diversificado.

PARABÉNS PELO TRABALHO

LVS

 

 

“Não Faz Mais do Que a Obrigação”

IMG-20170223-WA0003

 

Controle semafórico: nada fácil.

Por vários motivos: som desconfortável, conflito de interesses, barulhos, apressadinhos, pedestres afoitos, sol causticante, carro que quebra, condutores desatentos, chuva, energia que não volta, palavrões, apressados, infelizes, etc.

“Mas não faz mais do que obrigação”, diria alguns.

E estão certos. Verdade!

E você já pensou se cada um fizesse, pelo menos, o “mais do que a obrigação”…

Vamos pensar:

Se fizéssemos “mais do que obrigação” como motoristas…

Se fizéssemos “mais do que obrigação” como motociclistas…

Se fizéssemos “mais do que obrigação” como ciclistas…

Se fizéssemos “mais do que obrigação” como pedestres…

Se fizéssemos “mais do que obrigação” como cidadãos…

Se fizéssemos “mais do que obrigação” como políticos…

Se fizéssemos “mais do que obrigação” como pais…

Se fizéssemos “mais do que obrigação” como mães…

Se fizéssemos “mais do que obrigação” como filhos…

……………………………………………………………………….

Assim, o que falta é, exatamente, esse tal de “mais do que obrigação”: minha e sua, para que possamos ter um trânsito mais humano e seguro.

Entendeu a dica?!

Não???

OLHE A IMAGEM NOVAMENTE: E PERCEBA QUE NÃO BASTA, ELA, AGENTE DE TRÂNSITO FAZER O SEU “MAIS QUE OBRIGAÇÃO”. VOCÊ TAMBÉM PRECISA FAZER O SEU “MAIS QUE OBRIGAÇÃO” ENTENDEU?!

IMG-20170222-WA0037

 

IMG-20170223-WA0000IMG-20170223-WA0002

PARABÉNS A EQUIPE PELO “MAIS QUE OBRIGAÇÃO”

LVS

Manifestação de Urbanidade e Civilidade

IMG-20170222-WA0041IMG-20170222-WA0041IMG-20170222-WA0040

Após todo apoio na consignação da segurança viária necessária no local, com a devida sinalização e canalização do trânsito para que pudessem realizar a troca de poste de energia elétrica, ainda ajuda na limpeza da via, uma vez que tais materiais poderão provocar acidentes de trânsito.

IMG-20170222-WA0048 (1)

Embora não seja atribuição do Agente nada impede um ato tão nobre, pelo contrário, pois mostra a solidariedade e a parceria com o colega – equipe da Celg que realizou o trabalho -, sendo inclusive uma manifestação de urbanidade e civilidade. Já que vivemos em sociedade e, assim, precisamos mutuamente nos ajudar, para que tenhamos uma vida mais leve e feliz.

LINDO TRABALHO

LVS